Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Servente é executado a tiros na frente da família, na Zona Norte de Marília. Foi o segundo homicídio


O servente Franco Nero de Moraes, de 33 anos, residente no Jardim Liliana, na Zona Norte de Marília, foi assassinado a tiros por volta da meia noite deste sábado (26). Ele havia saído recentemente da cadeia.

Conforme apurado por policiais militares que atenderam a ocorrência, na Rua Lupércio Rodrigues de Campos, um garoto de cerca de 9 anos, entrou na sala dizendo "chama a polícia que vão matar o meu pai".

Um grupo de quatro rapazes, com idades aparentando entre 16 e 19 anos, veio correndo pela rua atrás da vítima, adentrou a casa encurralou o servente na garagem. Ele foi agredido com cortes de um objeto perfurante, no qual ficaram digitais.

Em seguida, testemunhas da casa ouviram alguém dizer "paga, paga, agora você vai pagar" e logo depois um dos rapazes sacou uma pistola e efetuou vários disparos contra a vítima, que morreu no local. Uma unidade do SAMU chegou a ser acionada, mas o servente já estava em óbito.

AUTOR DE HOMICÍDIO

Franco foi preso em dezembro do ano passado, acusado por envolvimento na morte de Adilson Caetano, o "Bocão". Eles discutiram em um bar no Jardim Renata, na Zona Norte, por motivos passionais. "Bocão" foi morto com várias facadas.

SEGUNDO ASSASSINATO EM QUATRO DIAS NA ZONA NORTE

Este foi o segundo homicídio ocorrido em quatro dias na Zona Norte. Na quarta-feira (23), Vitória dos Santos Alves, de 20 anos, foi morta com três tiros no Bairro Santa Antonieta.

Testemunhas informaram que um homem chegou de motocicleta no local e começou a discutir com a moça; Em seguida, sacou uma arma e efetuou vários disparos. A Polícia Civil investiga os casos.








0 visualização0 comentário