Buscar
  • JCNET

DERRETENDO TUDO: Com 43,5 graus, região marca temperatura mais alta desde 1933


A estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) localizada em Lins (70 quilômetros de Marília) registrou 43,5 graus por volta das 15h desta quarta-feira (7), o que levou o Estado de São Paulo a quebrar o recorde oficial de temperaturas dos últimos 87 anos.

Até então, de acordo com o INMET, a mais alta temperatura do estado havia sido registrada em Iguape, que fica no Vale do Ribeira, no dia 3 de fevereiro de 1933, quando os termômetros marcaram 43,0 graus.

No último dia 30 de setembro e nesta terça-feira (6), Lins já havia registrado temperatura histórica, com 41,9 graus, o que colocou a cidade entre as primeiras no ranking das maiores temperaturas paulistas.

Ainda segundo informações do INMET, a causa do intenso calor que atinge nos últimos dias grande parte do território brasileiro ainda é um persistente bloqueio atmosférico que se instalou na área central do país.

"A subsidência troposférica (movimentos de cima para baixo) em níveis médios até a superfície promove tempo quente com máximas acima dos 40°C e baixa umidade, valores inferiores a 15%, principalmente do centro para o norte do estado de SP e o nordeste do MS", informa.

PREVISÃO

Nesta sexta-feira (9), na região, o sol aparece entre nuvens e as temperaturas ficam estáveis, sem previsão de chuva. No sábado (10), atuação de massa de ar fria, associada ao sistema de alta pressão pós-frontal, provocará temperaturas mais amenas em relação aos últimos dias.





7 visualizações0 comentário