Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Bancada de oposição ao prefeito Daniel Alonso, teoricamente, será maior na Câmara na próxima legisla


Prefeito reeleito Daniel Alonso e o vice-prefeito eleito, Cícero do Ceasa

O prefeito reeleito de Marília, Daniel Alonso (PSDB), deverá enfrentar, teoricamente, a maioria dos vereadores de oposição na próxima legislatura (2021/2014).

A oposição, liderada pelo candidato derrotado Abelardo Camarinha (Podemos), elegeu sete vereadores: Rogerinho (PP), Élio Ajeka (PP), Luiz Nardi (Podemos), Marcos Custódio (Podemos), Danilo da Saúde (PSB), Ivan Negão (PSB) e Vânia Ramos (Progressistas).

Durante a campanha eleitoral, Ajeka e Ivan Negão nem colocaram o nome de Camarinha em boa parte do material de campanha. Ajeka fez uma carreata isolada, sem menção ao candidato a prefeito do Podemos.

A coligação vinculada ao atual prefeito elegeu fez cinco cadeiras na Câmara: professora Daniela Alves (PL), Júnior da Batista (PL), Marcos Rezende (PSD), Evandro Galete (PSDB) e Eduardo Nascimento (PSDB). O PSL, neutro, elegeu um vereador, Júnior Féfin.

Na atual legislatura, Daniel Alonso governou com a maioria dos vereadores.

TUCANOS REJEITADOS PELO POVO

Damasceno e Zé Luiz: rejeitados pelo povo e fora da Câmara


A nova legislatura terá dois vereadores tucanos (partido do prefeito), com Evandro Galete (reeleito) e Eduardo Nascimento. O povo rejeitou e não reelegeu o delegado Wilson Damasceno e Zé Luiz Queiroz. Os dois faziam oposição velada e praticando o chamado "fogo amigo" contra o prefeito.

Desconhecido e oriundo do Estado do Paraná, esse último havia sido eleito sendo "puxado" por Daniel Alonso em 2016, com 2.034 votos. Fez uma atuação apagada na Câmara, continuou desconhecido e agora foi rejeitado pela população e obteve apenas 954 votos.

Damasceno também fez um mandato decadente e caiu de 3.790 votos em 2016 para 1.848 votos nas eleições deste domingo.

Outro vereador do PSDB não reeleito foi José Carlos Albuquerque. Ele atua como líder do prefeito Daniel Alonso no Legislativo. Obteve 1.732 votos nestas eleições e ficou como segundo suplente da legenda.





75 visualizações0 comentário