Buscar
  • Redação

Secretária Penitenciária diz ao JP que detento que teve julgamento cancelado no Fórum de Marília não


A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), sediada em São Paulo, informou ao JP, nesta sexta-feira (27),que o detento Rafael Augusto Luciano Santana, o “Boneco”, não apresentava sintomas da Covid-19.

Ele teve julgamento por homicídio cancelado pelo Tribunal do Júri na manhã de ontem (quinta-feira) no Fórum de Marília, sob alegação de que estaria com a doença.

Ele chegou a ser escoltado da Penitenciária ao prédio do Fórum, mas não foi julgado e retornou ao sistema prisional. Ainda não há nova data para o Júri.

"Informamos que o reeducando Rafael Augusto Luciano Santana terminou o período de isolamento no último dia 23/11 na Penitenciária de Pirajuí II. Após essa quarentena, ele foi reavaliado por médicos da unidade e não apresentou sintomas. Com isso, foi deslocado até o Fórum de Marília, pois não havia mais risco de transmissão da Covid-19", cita a Nota da SAP encaminhada ao JP.

O Tribunal do Júri do Fórum de Marília ficou sem atividades presenciais durante quase sete meses em função da pandemia. Retornaria ontem.

CRIME E RÉU EM JULGAMENTO

Rafael é acusado de matar Thiago Rodrigues dos Santos, de 29 anos, conhecido como “Porquinho”. O crime ocorrido no dia 13 de agosto de 2015, no conjunto de apartamentos do CDHU, na Zona Sul.

No início da tarde daquele dia, "Boneco" e "Porquinho" tiveram um desentendimento, por motivos não revelados. Momentos depois, "Boneco" voltou armado com um revólver no local e disparou contra o peito do desafeto que morreu antes de receber socorro.

Responde por crime de homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e recurso que impossibilitou a defesa da vítima). Em caso de condenação, pode pegar uma pena de até 30 anos de prisão em regime fechado.




12 visualizações0 comentário
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
whatsapp-logo-vector.png
Chama no Zap!

© 2017 por "JP. Povo

Anuncie aqui!!!
14 99797-5612