top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Acusados de assassinar rapaz por dívidas com drogas serão julgados hoje, em Marília


Corpo de Neto Alonso foi localizado em penhasco na zona sul

Acontece a partir das 9h desta quarta-feira (26), o julgamento de acusados de participação no assassinato de Dirceu Hilário Ortega Alonso, 21 anos, o Neto Alonso, ocorrido entre os dias 8 e 10 de janeiro de 2019 na rua Francisca de Oliveira, Parque das Azaleias, zona sul de Marília.

No banco dos réus estarão Fernando Henrique Klem Carneiro, Edson Alves dos Santos, Bryan Bruno Santos e Vitória Beatriz Pereira de Souza. Neto Alonso era sobrinho do atual prefeito de Marília, Daniel Alonso.

O CASO

Conforme denúncia do MP, houve um desacerto entre a vítima e os acusados Fernando e Edson sobre o pagamento de drogas que Neto Alonso deveria vender, mas acabou consumindo.

Assim, a dupla decidiu executar Neto Alonso com ajuda de Bryan e Vitória.

Fernando, Edson e Bryan teriam conduzido a vítima até a residência de Vitória que, prestando auxílio moral e material do crime, emprestou a casa para prática do homicídio e montou guarda em frente ao imóvel.

Dentro da residência, Fernando, Edson e Bryan passaram a agredir Neto Alonso, com vários golpes de material corto contundente na cabeça. Após as agressões, os quatro arrastaram o corpo até um penhasco próximo e arremessaram.

A corpo de Neto Alonso foi localizado por familiares e retirado do penhasco com apoio do helicóptero Águia da PM.





124 visualizações0 comentário
bottom of page