Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

AGRESSÕES NO P.A SUL: Vereador agente Féfin é denunciado na Corregedoria da Polícia Federal


Secretário Cássio Júnior representa vereador agente Féfin na PF, em São Paulo


"Feriu todos os princípios". Esta a definição do secretário municipal da Saúde, Cássio Luiz Pinto Júnior, sobre denúncias de agressões físicas e verbais do vereador agente federal Júnior Féfin (PSL) no Pronto Atendimento da Zona Sul.

"Nós somos totalmente contrários ao que aconteceu lá, da forma como aconteceu. O vereador temo dever de fiscalizar, mas para fazer isso, ele não pode se comportar da forma como este vereador se comportou. Aquilo ali é uma Unidade de Saúde, tem protocolos médicos que tem que ser seguidos. Se não coloca em risco o próprio vereador, o acompanhante dele lá e a saúde de quem está ali dentro", disse o secretário.

Ele criticou ainda a forma de acesso do vereador Féfin no P.A Sul. "Ele pode entrar lá, mas não de forma educada, não berrando, não fazendo ilações dizendo que vocês estão matando pacientes, vocês estão prescrevendo remédios vencidos. E não é dessa forma! Ele tem a Câmara, tem os instrumentos , ele tem que oficiar, ele tem que verificar. Não é forçando porta, não é forçando a entrada em ala Covid, não gritando falando que é agente da Polícia Federal, porque ali nós temos normas, temos regras para seguir", explicou Cássio Júnior.

Ele lembrou que existe uma Comissão na Câmara designada para acompanhar e fiscalizar a atuação do Município em relação à pandemia da Covid-19 e essa Comissão poderia ter sido acionada por Féfin. "Outra coisa é o direito do paciente. Ele (o vereador) não pode entrar filmando paciente que está intubado, aguardando atendimento", completou.

REPRESENTAÇÃO NA CORREGEDORIA DA POLICIA FEDERAL

"Foi lamentável a atitude do vereador", disse o secretário, que orientou a enfermeira-chefe do P.A Sul, Maria Ângela Rodrigues de Souza, a registrar o caso na Central de Polícia Judiciária (Polícia Civil), após o ocorrido.

Cássio afirmou ainda que, após tomar ciência dos relatos no Boletim de Ocorrência, juntou imagens das câmeras de segurança do P.A Sul e está representando o vereador agente Féfin na Corregedoria da Superintendência da Polícia Federal, em São Paulo. "Para que averigue e apure o que aconteceu, pois isso realmente não pode acontecer", ressaltou.




365 visualizações0 comentário