Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

AMTU obriga cadastramento de alunos e professores. Segue o relaxo com lotações nos ônibus


Ônibus lotados em plena pandemia do coronavírus comprovam relaxo das empresas

As empresas de ônibus Grande Marília e Sorriso de Marília estão exigindo o recadastramento de 35.206 estudantes e 726 professores que pretendem usar os coletivos com a isenção de 50% das tarifas. Ônibus continuam circulando lotados, agravando os riscos da pandemia do coronavírus.

O recadastramento, por determinação das empresas (que prestam péssimos serviços) é obrigatório a cada seis meses. As tarifas das duas empresas têm valores iguais (R$ 3,80, apesar de custos e itinerários diferentes), comprovando que elas formam um descartado monopólio e cartel, sem que nenhuma autoridade tome providências nesse sentido, especialmente o Procon e a Promotoria Pública do Consumidor.

CADASTRAMENTO REMOTO

Com o retorno das aulas semipresenciais ou híbridas em plena pandemia. Diferente de todos os anos anteriores, o recadastramento será exclusivamente de forma remota (online) e não mais de forma presencial, na loja da associação em frente ao Terminal Urbano.

O cadastramento online já está disponível através do site da associação (amtumarilia.com.br). O interessado deverá acessar o site, preencher o termo de uso, assinar e enviar a ficha de recadastramento em anexo com os documentos pessoais, a declaração da instituição de ensino, o contrato de estagio (se for o caso).

Os dados e documentos serão recebidos na plataforma da AMTU, que após conferência e validação, o processo é concluído e um e-mail é enviado confirmando a conclusão do processo.

O procedimento leva em torno de 24h para ser analisado, validado e concluído, o que pode variar de acordo com a demanda.

A mudança do atendimento busca reduzir a possibilidade de aglomeração desnecessária, reduzindo o fluxo de pessoas na loja, onde o movimento de recadastramento de idosos é grande.


156 visualizações0 comentário