Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

ARTES: Galeria expõe obra premiada e inédita em Marília da artista Luciana Crepaldi


A Galeria Municipal de Artes de Marília expõe de 11 a 29 de novembro a renomada e premiada obra da artista plástica, fotógrafa e arte-educadora mariliense Luciana Crepaldi. A exposição “Escaneandome” apresenta um ensaio sobre o corpo e sobre a arte visual através de imagens capturadas por um escâner (equipamento para digitalização de documentos), a escanografia.

As obras foram criadas em 1998 e expostas pela primeira vez em 1999 no projeto “Rumos Visuais” do Itaú Cultural de São Paulo, Belo Horizonte e Campinas. Os trabalhos da artista mariliense foi então convidados para participar de diversas exposições, conquistando prêmios em galerias e centros de fotografia.

A exposição “Escaneandome” chegou a passar pelo Museu de Arte Contemporânea de Barcelona, das Universidades de Alicante, Cadiz e de Huelva; na Feira de Arte Contemporânea ARCO em Madrid; na Palma Photo em Mallorca, no “Salon du Montrouge” em Paris; no “The New Contemporary Fair” em Nova York; e na Galeria Internacional em Baltimore; no "Art in Love” na Alemanha.

A ARTISTA

Luciana Crepaldi é formada em Arquitetura e Urbanismo pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas, em Fotografia pelo Centre Cívico Can Basté e pelo Centre Cívico Pati Llimona, ambos em Barcelona, Espanha. Sua obra realizada com escâner intitulada ‘Escaneandome’ é referência no mundo da arte da escanografia e foi citado em três teses de doutorado de três universidades da Espanha: Madri, Málaga e Granada.

A artista chegou a ser destaque na Casa Cor 2017 em São Paulo e mais recentemente foi premiada no edital de promoção cultural como: PROAC LAB 2021 - Edital 50 – Prêmio por Histórico de Realização em Artes Visuais – Artistas, que possibilitou a realização da primeira exposição em escanografia da artista mariliense em sua cidade natal.

Neste trabalho ela utiliza um simples equipamento de escritório, um scanner de documentos em tamanho de folha de papel A4 (21 cm por 29,7 cm), como ferramenta de sua arte em retratar o corpo.

“Tudo começou em uma tarde tranquila de uma quarta-feira, 25 de novembro de 1998. Neste dia comprei um scanner de mesa formato A4 e por curiosidade escaneei a minha mão. Surpreendida com o resultado, coloquei a outra, meus pés, os membros, todo meu corpo. Desnuda, encarei de frente aquele espelho que me espionava e em menos de duas horas, já havia nascido o que logo se transformaria em uma série de autorretratos onde corpo e sentimentos foram literalmente escaneados pela máquina”, conta a artista sobre esta obra.

A ESCANOGRAFIA

Quando o inventor do scanner de mesa, Ray Kurzweil, recebia em 1999 a Medalha Nacional de Tecnologia do Presidente Clinton, Luciana Crepaldi fazia suas primeiras experimentações artísticas com o equipamento; um periférico usado para digitalizar imagens em tamanho A4, a partir de leitura ótica do que lhe é exposto fisicamente.

Os grandes artistas sempre estão em busca de expandir limites, e procuram criar em suas obras, conceitos que expressem suas mensagens de formato genuíno e conciso. Crepaldi testou as possibilidades de uso do scanner até finalizar em 2006 seu inovador trabalho: Escaneandome (escaneando-me). Desde então, ela vem sendo referência neste conceito de pós-fotografia, e faz parte de inúmeras teses de doutorados, como referência na arte da escanografia, de universidades de Belas Artes da Espanha, país que realizou inúmeras exposições.

A PRODUÇÃO

Segundo Caká Cerqueira Cesar, diretora da La Musetta – Arte ao Mundo, empresa responsável pela produtora cultural da exposição, e

Segundo a produtora cultural Caká Cerqueira Cesar, responsável pela curadoria e direção da exposição, destaca a oportunidade única dos marilienses conhecerem esta obra premiada mundialmente. “Representamos a artista Luciana Crepaldi desde 2020, acompanhamos felicidade da artista em finalmente poder expor parte do seu trabalho mais consagrado aqui em sua cidade natal”, conta a empresária, diretora da La Musetta – Arte ao Mundo, empresa responsável pela artista.

A empresária cultura ainda anuncia que haverá um vernissage (evento de abertura), no primeiro dia de exposição, 11/11, das 17h às 20h, com presença da artista, convidados e uma participação especial da Enoteca Decanter, com carta de vinhos à venda para consumo no local.

O PRESENTE

A artista também preparou um presente para os marilienses. Uma das peças da exposição (todos os quadros estão à venda) será doada em sorteio entre os visitantes da exposição. Ao final do evento, todos os visitantes que assinarem o livro de presença vão concorrer. O sorteio será feito ao vivo no dia 3 de dezembro na página da empresa cultural La Musetta – Arte ao Mundo no Instagran.

“Esse sorteio é uma homenagem que a artista presta a Marília e aos marilienses. A vernissage da exposição também será muito especial e contará com a presença de inúmeros convidados especiais, autoridades e personalidades da cidade de Marília, entre eles, o empresário e apreciador das artes, Fernando Castro, que trará alguns vinhos da Enoteca Decanter, que poderão ser consumidos no local”, enfatizou a empresária Caká Cerqueira Cesar.

SERVIÇO

EXPOSIÇÃO “ESCANEANDOME”

Artista: Luciana Crepaldi

Local: Galeria Municipal de Artes de Marília*

Data: 11 a 29 de novembro

Horário: terça a sexta-feira, das 9h às 17h; e aos sábados, das 13h às 18h

VERNISSAGE “ESCANEANDOME”

Data: 11 de novembro

Horário: das 17h às 20h

A Galeria Municipal de Artes faz parte do Complexo Braz Alécio, que inclui o Museu de Paleontologia, e fica na Avenida Sampaio Vidal, 245 (antiga biblioteca municipal).

SORTEIO DA OBRA

O sorteio de uma das pelas em exposição aos visitantes que assinarem o livro de presença será realizado em live no Instagran da La Musetta – Arte ao Mundo (@la_musetta_arte) no dia 3 de dezembro, às 21h.



35 visualizações0 comentário