Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Aula da Saudade marca a conclusão da 24ª Turma de Medicina da Unimar


Os acadêmicos da 24ª turma do curso de Medicina da Universidade de Marília (Unimar) participaram da tradicional “Aula da Saudade”, que marca o encerramento da graduação. O evento, realizado no anfiteatro da reitoria, contou com homenagens especiais aos formandos, corpo docente e coordenação, além da recordação de momentos importantes vividos pela turma, ao longo dos anos em que estiveram na Instituição.

De acordo com o coordenador do curso de Medicina da Unimar, Heron Gonzaga, a “Aula da Saudade” é uma passagem simbólica, mas de extrema importância. “É muito emocionante e especial encerrar este ciclo, para começar um novo. Porque não acabou, eu até falo na brincadeira para os alunos, até este momento foi treinamento, agora começa a vida profissional, eles se tornaram médicos”, ressalta.

O coordenador do curso estava duplamente feliz e orgulhoso. “Hoje é um dia especial, formo mais profissionais que vão trabalhar em todo o território nacional e tenho a alegria de como pai vibrar este momento, porque minha filha faz parte desta turma”, conta.

A “Aula da Saudade” é um rito de passagem e tem como objetivo reunir a turma pela última vez, em uma sala de aula, para relembrar os momentos vividos, bem como homenagear os docentes e coordenadores. Participaram, também, deste momento a Pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Ação Comunitária da Unimar, Fernanda Mesquita Serva, e os docentes, Virginia Maria Cavallari Strozze Catharin, João Paulo Pilon e Maria Salete Tafner Murade.

Para o docente João Paulo Pilon, foi especial ter este último momento com os formandos. “Não vejo esta data como uma despedida e sim um encontro para marcar todo este momento e celebrar tudo o que vivemos devido a pandemia, por isso nos alegra muito ter essa despedida, mas que ao mesmo tempo, mostra que a Unimar é a casa deles e sempre será, porque tanto a Universidade, quanto o HBU e a UPA estarão de coração aberto para recebê-los quando quiserem”, destaca.

Um dos momentos especiais da “Aula da Saudade” é homenagear os docentes e este ano, o momento tornou-se ainda mais especial. Para “Nome de Turma”, os acadêmicos escolheram o Professor Roberto Catharin que faleceu após complicações da covid-19. Sua esposa, também homenageada pela turma, a docente Virgínia Catharin, ficou emocionada com a lembrança. “Além de ser homenageada, estão homenageando o Roberto, meu marido, que faleceu em janeiro e que foi professor deles durante muitos anos. Estão dando o nome de turma, uma homenagem póstuma e isso foi algo incrível, encantou a gente e tenho certeza que o Roberto, lá no céu, está extremamente feliz”, afirma.

Segundo a Pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Ação Comunitária da Unimar, Fernanda Mesquita Serva, a “Aula da Saudade” é um dia de emoção para a Universidade de Marília. “É, sem dúvida, um marco para toda a história da Universidade porque, além de ser a última vez que estarão em grupo em uma aula, é o momento de destacar o empenho e dedicação destes alunos da 24ª turma que, ao longo destes seis anos, estiveram conosco, passando pelo momento mais difícil enfrentado pela Unimar, que foi a pandemia. Então, quero deixar as minhas mais singelas homenagens a cada aluno, a cada professor e especialmente ao nosso querido Roberto Catarin, que é o “Nome de Turma” e já deixa uma saudade imensa em nossos corações”, finaliza.

59 visualizações0 comentário