Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Bebê esquecido em carro e morto por asfixia sob forte calor em Bauru é sepultado. Babá segue presa


Fabrício e Karina sepultaram o filho Arthur, ontem

A babá Gláucia Aparecida Luiz, de 35 anos, que deixou o bebê Arthur Oliveira dos Santos, de 2 anos, dentro de um carro fechado por exatas três horas e seis minutos,a partir das 13h45 da tarde quente da quarta-feira (25), em Bauru e levou a criança à morte por asfixia, segue presa. A temperatura em Bauru bateu a casa dos 39 graus, sendo o dia mais quente do ano naquela cidade.

O menino foi sepultado ontem em Macatuba, cidade natal dos pais dele, a operadora de telemarketing, Karina Oliveira de Souza Santos, de 25 anos e o autônomo Fabrício Santos. A Policia Civil prendeu a babá em flagrante por dolo eventual. A Justiça converteu a prisão em preventiva e ela permanece recolhida à carceragem. A defesa pediu relaxamento da prisão alegando que a babá "não teve a intenção de ocasinar tal resultado".

A babá relatou que saiu da casa com o bebê outras duas crianças no veiculo GM Celta. Ao retornar, pegou uma sacola e uma criança e esqueceu Arthur no banco traseiro.

Entrou na casa e foi trocar fraldas. Ao "lembrar" do bebê, Gláucia foi até o veículo, pegou ele desfalecido e o encaminhou à UPA do Jardim Geisel, onde ele já chegou sem vida. Imagens de câmeras obtidas pela Policia Civil mostram que a criança ficou mais de três horas no carro.




132 visualizações0 comentário