Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Câmara aprova emenda do vereador Nardi e eleva reajuste de benefício para servidores inativos


O vale-assistência médica dos aposentados e pensionistas do Ipremm (Instituto de Previdência do Município de Marília) pode ser reajustado dos atuais R$ 170 para R$ 420 (147%). Proposta nesse sentido foi aprovada em sessão extraordinária na Câmara de Marília na noite desta segunda-feira (10).

Já os servidores da ativa terão o benefício reajustado de R$ 360 para R$$ 420 (16%). No projeto original da Prefeitura, o vale-assistência médica dos aposentados (criado após o fim do vale-alimentação) subiria de R$ 170 para R$ 230.

Mas, uma emenda apresentada pelo vereador Luiz Nardi (Podemos), alertou a proposta para R$ 420. A emenda foi aprovada por unanimidade. O vereador autor da emenda justificou que o benefício dos servidores inativos deve ser equiparado ao vale-alimentação dos ativos.

Ele disse que não teve intenção nenhuma de atrapalhar os projetos, "apenas ser justo com os inativos".

A intenção da Prefeitura era pagar os benefícios (com valores originais e retroativo a 1° de abril) de forma imediata (próximo dia 16) aos servidores, mas com a aprovação da emenda, deverá ser reavaliado o impacto financeiro no orçamento da Prefeitura e, pode ser, que isso leve tempo e impeça o pagamento da forma como planejada pelo Executivo.

Com os valores originais, o impacto financeiro seria em torno de R$ 140 mil por mês. Com a emenda aprovada, esses valores sobem para cerca de R$ 500 mil por mês. Caberá, agora, ao prefeito Daniel Alonso (PSDB), vetar ou sancionar os projetos aprovados pela Câmara.





71 visualizações0 comentário