Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Câmara aprovou projeto de Luiz Nardi que instala vigilância sobre suicídios em Marília


A Câmara de Marília aprovou por unanimidade um Projeto de Lei de autoria do vereador Luiz Nardi (Podemos), que implanta sistema de vigilância de suicídios para apurar causas e ajudar a prevenir essa prática.

"Será mais uma ferramenta para monitorar os casos e ampliar o trabalho de prevenções e orientações, na busca da redução desses lamentáveis atos em nossa cidade", observou Nardi.

“Os números são alarmantes e por isso é extremamente necessário realizar estudos com o intuito de investigar as causas e prevenir os suicídios"!, explica o parlamentar. Nardi aponta que Marília lidera o ranking de suicídios no estado, com mais do que o dobro do 2.o lugar.

OProjeto aprovado especifica que os suicídios são eventos de investigação obrigatória por profissionais de saúde para determinar medidas preventivas eficazes. No caso, hospitais, unidades de saúde públicas e privadas e consultórios médicos devem disponibilizar prontuários de pacientes vítimas de suicídios em 10 dias, e que os responsáveis pelos estudos devem manter o sigilo das informações. O projeto tem pareceres favoráveis das comissões de Justiça e Redação e de Saúde e Assistência Social.

ESTATÍSTICAS

A quantidade de suicídios em Marília realmente impressiona. Em 2020 os serviços de saúde registraram 20 (17 homens e 3 mulheres) e, de janeiro a abril deste ano, 7 (5 homens e 2 mulheres). Entre 1996 e 2019, conforme informações do DataSUS, a cidade contabilizou 325 suicídios. Em todo esse período, o ano com maior quantidade de mortes foi 2013, com 27, seguido de 2019, com 23.

Além dos serviços públicos oferecidos na cidade contra a depressão e preventivos ao suicídio, a população ainda conta com o atendimento 24 horas do Centro de Valorização da Vida (CVV), que pode ser acessado pelo telefone 188.





33 visualizações0 comentário