Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Câmara de Marília amplia sistema de segurança e terá detector de metais na portaria


Diretora-geral da Câmara, Carla Farinazzi, observa imagens do circuito de câmeras de monitoramento do prédio


A Câmara de Marília iniciou um projeto de reforço no controle de fluxo e segurança institucional no prédio. Recentemente, um balcão foi colocado na porta de entrada principal do Legislativo, no qual as pessoas que pretendem adentrar o prédio fornecem a identificação e anunciam o departamento ou gabinete onde pretendem ir.

"Como em outros órgãos públicos de grande fluxo de pessoas, onde há controle de acesso e movimentação, entendemos que é necessário esse sistema para garantir a segurança de todos, tanto de cidadãos que vêm à Câmara quanto de quem trabalha aqui no prédio", disse ao JORNAL DO POVO a diretora-geral do Legislativo, Carla Vasques Farinazzi.

Ela afirmou que recentemente foram implantados mais doze pontos de câmeras de monitoramento no prédio, totalizando 48.

Presidente da Câmara, Marcos Rezende, chegando na portaria do prédio

O presidente da Casa, vereador Marcos Rezende, disse que há estudos para implantar também um detector de metais na portaria do Legislativo. "Estamos analisando qual o modelo de equipamento mais adequado".

Há possibilidade de ser instalado também um equipamento que imprime na hora crachá de "visitante" para pessoas que adentrarem o prédio. "No Judiciário é assim, nos prédios do Ministério Público também, na Prefeitura há triagem na portaria. Vamos adequar a Câmara ao sistema convencional de controle de segurança que os tempos modernos exigem", disse Rezende.

Portaria da Câmara de Marília terá detector de metais







76 visualizações0 comentário