Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Câmara rejeita Comissão Processante contra o vereador Féfin. Caso segue na Justiça Criminal


Em votação na sessão camarária desta segunda-feira (28), o plenário da Câmara de Marília rejeitou o pedido de instalação de Comissão Processante contra o vereador agente Júnior Féfin (PSL).

O vereador Luiz Nardi (Podemos) se absteve da votação, justificando que houve publicação na imprensa sobre o episódio envolvendo sua família e no sentido de, segundo ele, induzir seu voto. Por isso ele desistiu de votar sobre a matéria.

O vereador Féfin, por força do regimento, foi impedido de votar. O suplente dele, Luciano Fontana (PSL), foi convocado, mas não compareceu a sessão de hoje para votar o pedido.

Há dois meses, quando a matéria seria colocada em votação, ele compareceu à Câmara, mas o ato acabou adiado após pedido de vistas do vereador Júnior Moraes (PL).

O vereador Evandro Galete (PSDB) não compareceu à sessão por motivos de saúde. O presidente da Casa, vereador Marcos Rezende (PSD), só votaria em caso de empate. Desta forma, o pedido de C.P foi rejeitado por unanimidade e vai para o arquivo (mais um!).

As acusações contra o vereador Féfin (agressão contra uma enfermeira no P.A Sul) são engavetadas na Câmara,. mas seguem na Justiça Criminal do Fórum de Marília, após inquérito produzido pela Delegacia Seccional de Polícia de Marília.



169 visualizações1 comentário