top of page
Buscar
  • Por Adilson de Lucca

Câmara rejeita mais uma CP contra o prefeito Daniel Alonso. A quarta em menos de dois meses


A Câmara de Marília rejeitou na sessão desta segunda-feira (18), o quatro pedido de abertura de Comissão Processante contra o prefeito Daniel Alonso (sem partido) em pouco mais de um mês.

O pedido, desta vez, protocolada pelo ambulante Ademar Aparecido de Jesus, o Dema, teve como alvo denúncias de eventual sucateamento e outros problemas no Departamento de Água e Esgoto de Marília (Daem).

O pedido de CP teve dez votos contrários. Votaram a favor os vereadores Júnior Féfin (União Brasil) e Eduardo Nascimento (PSDB). O vereador Danilo da Saúde (PSB) deixou o plenário no momento da votação.

OUTROS PEDIDOS REJEITADOS

No mês passado, em uma única sessão, os vereadores votaram e rejeitaram outros três pedidos de Comissão Processante contra o prefeito.

Um deles sobre o recebimento em duplicidade de parte de uma área primeiro em procedimento de desapropriação pelo valor simbólico de R$ 1,00 e ao depois em dação em pagamento para a quitação de dívida ativa de natureza tributária, causando prejuízo ao erário.

Outra sobre suposta infração político-administrativa relacionada a autorização de diversos reajustes contratuais em prejuízo do erário em contrato de aluguel de prédio pela Prefeitura, com reajustes abusivos e sem justificativa.

O terceiro pedido de CP rejeitado pela Câmara foi sobre eventual superfaturamento com aditivo ilegal de R$ 207.195,32 para empresa contratada para a reforma do ginásio de esportes da zona sul de Marília.




69 visualizações0 comentário
bottom of page