top of page
Buscar
  • Por Adilson de Lucca

Cabeleireiro relata perseguição, agressão e roubo na zona oeste de Marília


Um cabeleireiro de 32 anos procurou o Plantão Policial em Marília e relatou que estava bebendo com um amigo na praça da Igreja São Miguel, por volta das 6h, e depois foi para a Praça do Redondo, perto da Caixa Econômica Federal e da Sal Doce Pizzaria.

Nesse local, chegaram quatro rapazes em um veículo Gol branco de duas portas, modelo "bolinha", entre eles um barbudo que se identificou como irmão de uma travesti e disse que conhecia a vítima pelo Facebook.

O cabeleireiro cumprimentou os rapazes e foi embora a pé para sua casa. No caminho, na esquina das ruas Francisco Bassan e Nelson Macera, no Jardim América, zona oeste de Marília, começou a se sentir mal e notou que um dos rapazes, um negro magro com alargadores nas orelhas e uma tatuagem na canela, estava lhe seguindo.

A vítima perdeu a memória e foi agredida pelo rapaz, que lhe roubou R$120,00, um cartão pré pago bancário e seus documentos pessoais. Disse que desmaiou e acordou muito tempo depois, machucada.

Um vizinho testemunhou a agressão e disse que viu o Gol branco voltar para buscar o agressor. A vítima não sabe se o motivo do crime foi o roubo ou a homofobia, pois é homossexual, mas nunca havia sofrido algo parecido. A Polícia Civil investiga o caso.




244 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page