Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Cachorro resgatado pela ONG Spaddes em situação de maus-tratos morre e dono pode ter pena aumentada


Um cachorro vítima de maus-tratos resgatado no dia 8 de junho pela ONG Spaddes (Proteção Animal) de Marília, veio a óbito nesta quinta-feira (30). A ONG obteve mandado judicial de busca e apreensão e com apoio da Polícia Civil foi resgatar o animal em Oriente.

Os representantes da entidade registraram um boletim de ocorrência sobre o caso na Central de Polícia Judiciária, em Marília.

Uma médica veterinária parceira da ONG elaborasse o laudo de maus-tratos, pois o cão , de aproximadamente três anos, estava desnutrido e infestado de sarna e carrapatos.

O dono do cachorro foi localizado pela Polícia Civil e indiciado por maus-tratos. Com a morte do animal, em caso de condenação, ele poderá ter a pena (de dois a cinco anos de detenção) aumentada de 1/6 a 1/3. "Quando resgatamos o animal ele estava muito debilitado e mesmo após o resgate, ainda corria risco de vir a óbito a qualquer momento, devido ao seu estado caquético, desnutrido, sem alimentação, infestado de carrapatos e com sarna pelo corpo. Infelizmente, isso acabou ocorrendo", afirma Gabriel Fernando Francisco, diretor da ONG.





44 visualizações0 comentário