top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

CAIU EM DESUSO: Protesto de cheques em Cartório tem queda de 27,5% nos últimos 5 anos em Marília


Documentos que estão sendo substituídos pelas transações online também são os mais difíceis de serem quitados por devedores após o protesto. Site oficial www.protestosp.com.br permite a consulta gratuita de dívidas em CPFs e CNPJs no município

Maior preocupação dos brasileiros quando o assunto era ficar com o nome sujo em Cartório, o envio de cheques para Protesto caiu 27,5% nos últimos cinco anos em Marília. A queda acompanha o desuso deste tipo de meio de pagamento, hoje substituído pelas transações eletrônicas e, desde 2020, pelo PIX, que tornou instantânea a realização de transferências para a quitação de produtos e serviços.

Dados levantados pelo Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil – Seção São Paulo (IEPTB/SP), entidade que reúne os Cartórios de Protesto do Estado, mostram que em 2018 o total de cheques enviados para serem protestados foi de 1.308, enquanto que 2022 o número caiu para 948, uma queda de 27,5%. Já o valor total dos cheques enviados a protesto também caiu 2,5% no mesmo período.

“O cheque caiu em desuso em razão de uma evolução natural dos meios de pagamento, hoje cada vez mais digitalizados e instantâneos”, explica o presidente do IEPTB/SP, José Carlos Alves. “Apesar de ainda ser utilizado para transações de maior valor, acaba sendo muito arriscado para o credor, que acaba dando preferência a outras formas de cobrança, como os chamados boletos, mas que também merecem uma atenção redobrada do consumidor”, completa Alves.

Substituídos pelas duplicatas mercantil e de prestação de serviços – os famosos boletos –, hoje os principais documentos responsáveis pelo protesto de devedores na cidade, o cheque também passou a ser um pesadelo para os credores que tentam recuperar dívidas. O total de cheques protestados pagos caiu 52,5% no último ano, enquanto que no período dos cinco últimos anos a queda foi de 66,7%. Neste período também diminuiu em 54% a proporção de cheques quitados após serem protestados em cartório.

Muitas vezes isso ocorre porque o devedor não sabe para quem passou o cheque que acabou não compensado, acabando por ter o nome protestado, sem conseguir saber como liquidar a dívida. Para consultar se possui um protesto em seu nome ou de sua empresa, o cidadão pode acessar gratuitamente a plataforma online www.protestosp.com.br, preenchendo o campo de consulta com os dados do CPF ou do CNPJ da pessoa jurídica. Automaticamente o sistema irá mostrar se há uma dívida em aberto, podendo o cidadão conhecer onde está feito o protesto para poder quitá-lo diretamente ao credor.

CANCELAMENTO E QUITAÇÃO

Para realizar o cancelamento de uma dívida em Cartório, é necessário que o devedor pague ao credor o valor devido, recebendo em seguida a carta de anuência, que pode ser física ou digital, realizada por meio do site www.protestosp.com.br . Caso a carta seja física, é necessário enviar os documentos originais ao cartório onde se encontra o protesto e pagar a taxa devida. Caso ela seja feita de forma digital, direto no site, basta ao devedor pagar o valor das custas previstas na tabela estadual, que varia conforme a dívida.

Um importante alerta para quem vai realizar o cancelamento de protesto é de sempre dar a baixa da dívida em cartório após pagar o credor, caso contrário o protesto continuará válido e o nome da pessoa ou da empresa permanecerá com restrições na praça. Além do cancelamento e carta de anuência, podem ser feitos eletronicamente os serviços de pedidos de certidões negativas e positivas, verificação de autenticidade e simulação de custos do protesto.

SOBRE OS CARTÓRIOS DE PROTESTO

Presentes em todo Estado de São Paulo, os 420 Cartórios de Protesto dão uma contribuição fundamental para a economia do País, garantindo e protegendo os direitos e deveres dos consumidores e das empresas e recuperando créditos para os setores público e privado. Os cartórios são criados e regulados por lei, fiscalizados pelo Poder Judiciário, sendo um braço auxiliar da Justiça. A Central do Protesto de SP - www.protestosp.com.br - reúne os serviços digitais de todos os Cartórios do Estado.





33 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page