top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Caminhoneiro de Marília é assassinado a facadas após discussão e acidente camuflado no MT


Edivaldo morre esfaqueado barbaramente na cabine da carreta acidentada

O caminhoneiro Edivaldo Francisco Júnior, de 38 anos, residente na zona norte de Marília, foi morto a facadas por outro caminhoneiro após discussão por rádio PX e acidente na BR-364, próximo a Cuiabá (MT), na tarde desta quarta-feira (17).

O assassino, de 44 anos (que não teve a identidade divulgada), conduzia uma carreta e discutiu com Edivaldo. Depois, ele causou uma batida na estrada e esfaqueou a vítima nove vezes, quando ela ainda estava na cabine da carreta. O assassino ainda tentou camuflar o acidente.

A princípio, a polícia foi informada de que havia ocorrido um acidente de trânsito na Serra de São Vicente. No local, em uma reviravolta, foi constatado que, na verdade, se tratava de um homicídio. Após diligências, o assassino foi identificado e detido por volta das 23h desta quarta-feira (17).

Segundo testemunhas, ele havia estacionado em um posto para passar a noite, tomou banho e jantou com a esposa, “como se nada tivesse acontecido”.

O assassino foi encaminhado à delegacia de Santo Antônio de Leverger, onde foi autuado em flagrante por homicídio qualificado com impossibilidade de defesa da vítima.

A MORTE

Conforme a polícia, a carreta conduzida por Edivaldo, outras duas carretas Scania e uma caminhonete trafegavam no sentido da Serra de São Vicente para Cuiabá. Ao chegarem próximo da localidade conhecida como “Pedreira”, a vítima colidiu na grade de proteção da rodovia, o que fez com que o motorista da Scania batesse na carreta de Edivaldo e depois na caminhonete, que capotou na via. Em seguida, a carreta de Edivaldo bateu em um caminhão Iveco.

A vítima ficou presa na cabine da carreta, momento em que o assassino a atacou, golpeando 9 vezes com uma faca. Algumas das perfurações atingiram o coração e o estômago da vítima, que morreu ainda no local, durante atendimento médico. Edivaldo e o assassino teriam tido um desentendimento por causa do trânsito na estrada.

Edivaldo será velado a partir das 23h no Velório Ângelus Norte e o sepultamento será as 13h desta sexta-feira (19) no Cemitério da Saudade, em Marília.



2.204 visualizações0 comentário

留言


bottom of page