Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Casos de secretários municipais executados a tiros. Um deles foi sepultado em Garça


Secretário da Fazenda de Luziania, Lindolfo Cardoso e o secretário de Governo de Nova Odessa, Marco Barion, executados a tiros


Foi sepultado em Garça, no dia 7 de dezembro passado, o corpo de Marco Antonio Barion, o Russo, morto a tiros em Nova Odessa (região de Americana). Ele atuava como secretário municipal de Governo em Nova Odessa e foi atingido com 13 tiros logo após sair de sua casa pela manhã.

O CRIME O assassinato aconteceu por volta de 7h20 de uma segunda-feira. Nas proximidades do local, os vizinhos relataram ter ouvido os tiros. Munições ficaram espalhadas pela rua e a área foi isolada para a perícia, que ocorreu ainda pela manhã. O caso foi no Jardim Marajoara, pouco depois de Russo sair do condomínio onde mora. O vídeo de uma câmera de segurança flagrou o momento que o secretário é assassinado a tiros. A imagem mostra um Fiat Uno branco estacionado nas proximidades da casa do secretário, no Jardim Marajoara. Quando o carro de Russo sai do condomínio, o veículo dos criminosos cruza em sua frente e impede a passagem. O atirador sai e faz vários disparos. Em seguida, ele entra novamente no carro e foge. OUTRO ASSASSINADO A TIROS O secretário da Fazenda de Luiziana, no centro-oeste do Paraná, Lindolfo Ângelo Cardoso foi assassinado a tiros em setembro de 2016.

Na noite de um domingo, dois homens atiraram contra Cardoso após invadirem a casa dele. O secretário tinha 31 anos. A polícia informou que dois homens armados pularam o muro e invadiram a casa do secretário por volta das 21h. Os suspeitos atiraram e os disparos atingiram o ombro e as costas da vítima. Após dispararem, os criminosos fugiram sem roubar nada. Cardoso foi socorrido e levado a um hospital de Campo Mourão, mas sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu. Deixa a esposa e um filho de três anos.




122 visualizações0 comentário