Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Cemitério teve estrutura de apoio e serviços, ato religioso pelas vítimas da Covid e chuva de flores


Os cerca de 50 mil visitantes que compareceram ao Cemitério da Saudade, em Marília, nesta terça-feira de Finados (2), encontraram, além de um espaço limpo e bem cuidado, uma estrutura de apoio e serviços segura e diferenciada.

Desde os acessos ao Cemitério, com o trânsito sendo organizado por agentes da Emdurb com apoio da Polícia Militar, até o acesso ás sepulturas. Na entrada, a Emdurb disponibilizou mesas e funcionários oferecendo copos de água mineral e álcool em gel para os visitantes.

Além das informações pessoais, houve instalação do sistema digital QR Code (acesso pelo celular) para identificação e localização de túmulos. Idosos e pessoas com dificuldades de locomoção tiveram à disposição carrinhos elétricos para chegar até as sepulturas.

Na parte da tarde, às 14h, visitantes e autoridades se reuniram na realização do "Momento de Oração", um ato religioso ecumênico ministrado por padres e pastores em memória das, até agora, 965 vítimas da Covid-19 aqui na cidade e profissionais da Saúde e linha de frente que enfrentaram todo esse desafio.

Um dos momentos mais emocionantes do ato foi quando um helicóptero sobrevoou o Cemitério da Saudade jogando rosas brancas e vermelhas sobre as sepulturas.

O prefeito Daniel Alonso e o presidente da Emdurb, dr. Valdeci Fogaça de Oliveira, acompanharam os trabalhos no Cemitério da Saudade neste Dia de Finados


Ato religioso com "Momento de Oração" em homenagem às vítimas da Covid












88 visualizações0 comentário