Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Centro Interdisciplinar em Diabetes da Unimar celebra o dia das crianças



As crianças e jovens atendidos pelo Centro Interdisciplinar em Diabetes (CENID) da Universidade de Marília (Unimar) participaram da festa em comemoração ao Dia das Crianças. O evento contou com a participação da equipe multidisciplinar do programa e os acadêmicos dos cursos de medicina, educação física, engenharia agronômica, medicina veterinária, nutrição e psicologia.

De acordo com a coordenadora do CENID, Jesselina Haber, o evento teve o objetivo de unir todos que recebem o atendimento da equipe do Centro. “Preparamos uma manhã muito gostosa para compartilhar este momento tão especial, que é o Dia das Crianças. Isso porque, todas as vezes que estamos juntos é para falar de insulina, dieta ou pegar processos, mas desta vez não. Preparamos este espaço para as crianças interagirem, as mães compartilharem suas vivências, para rirmos, brincarmos e trocar informação”, conta.

A celebração foi realizada na Fazendinha da Unimar. As crianças e jovens atendidas pela CENID participaram de oficinas de desenho e de plantio, interagiram com os animais e aproveitaram o espaço ao ar livre para brincar. Todas as atividades foram monitoradas pelos professores e acadêmicos, até mesmo a hora do lanche foi supervisionada.

“Para manter a segurança de todas as crianças, antes do lanche as crianças passaram pelo monitoramento da glicemia e quem precisou, recebeu a dose, a medida evitou alguma crise de hipoglicemia ou hiperglicemia”, explica Jesselina.

As crianças, adolescentes e seus familiares, além de toda diversão, provaram os lanches saudáveis e saborosos, produzidos pelos acadêmicos do curso de Nutrição da Unimar, com supervisão dos docentes.


Segundo o docente do curso de nutrição e integrante do CENID, Jefferson Cristiano Jacinto dos Santos, o objetivo foi aproveitar a oportunidade para estimular a todos à alimentação saudável. “Para completar a festa, montamos lanches saudáveis, em que aproveitamos o momento para estimular a reeducação alimentar e contagem de carboidratos, que é tão importante para o diabético. Então, fizemos o destro, que é o exame de glicemia, ensinamos a contagem e foi aplicado a insulina antes da refeição. Ficamos muito felizes em poder ter este momento com eles, que além da gente celebrar o dia das crianças pudemos estabelecer este momento de reeducação alimentar”, conta.

A psicóloga do CENID e docente da Unimar, Flávia Cristina Castilho Carácio, ressalta

a importância de celebrar a vida. “As crianças e jovens com diabetes enfrentam uma batalha diária e, nada é mais importante do que celebrar a vida. Por isso, foi montado este espaço e atividades para que eles se divirtam, brinquem e estejam com suas famílias”, detalha.



23 visualizações0 comentário