Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Cidade da região "marca" pacientes da Covid com pulseiras. Multa, em caso de retirada da peça


Nesta segunda-feira (5), tornou-se obrigatória em Iacanga (130 quilômetros de Marília) a utilização de pulseiras de identificação por pacientes positivos e com suspeita de Covid-19. Essa iniciativa, segundo a prefeitura, busca inibir a circulação de pessoas diagnosticadas ou com suspeita da doença nas ruas e, desta forma, conter a propagação do coronavírus. Quem não cumprir a determinação receberá multa no valor de R$ 300,00. Denúncias podem ser feitas pelo telefone (14) 99631-7627.

O decreto que oficializa essa medida foi publicado no Diário Oficial Eletrônico do município nesta segunda. São dois tipos de pulseiras: vermelhas para pacientes positivos com a Covid e laranja para os suspeitos da doença.

Se as pulseiras forem rompidas ou a pessoa desrespeitar o isolamento social, ela será, mediante prova fotográfica, multada", informa em nota.

As pulseiras só poderão ser retiradas pelo médico responsável, no momento da alta do paciente. "Estamos tomando essa atitude porque tivemos diversas denúncias que pessoas com Covid-19 e suspeitas circularam normalmente pelas ruas, sem responsabilidade nenhuma, e transmitindo o vírus. Agora, essas pulseiras vão inibir a circulação de pessoas positivadas e suspeitas", afirma a secretária de Saúde, Lara Fanti de Souza.

442 visualizações0 comentário
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
whatsapp-logo-vector.png
Chama no Zap!
Anuncie aqui!!!
14 99797-5612

© 2017 por "JP. Povo