Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Confronto e troca de tiros com a PM termina com um ladrão morto e dois presos, na região


Um homem morreu após ser baleado em um confronto com a Polícia Militar, na tarde desta quarta-feira (19), em Salmourão (130 quilômetros de Marília).

A Polícia Militar informou que recebeu um chamado da corporação, em Tupã dando conta de que um carro Chevrolet Ônix teria sido roubado em Rinópolis. O relato dizia que eram bandidos encapuzados, que haviam realizado um roubo em Rinópolis. Esse carro foi abordado em Salmourão, onde, segundo a PM, um dos bandidos tentou fugir e trocou tiros com os militares. Outros dois suspeitos foram detidos. Nenhum policial militar se feriu na operação. A Polícia Científica foi acionada para realizar a perícia no local. A equipe policial, então, iniciou patrulhamento e se deparou com o referido veículo na estrada vicinal entre Salmourão e o bairro Coqueiro. Dois homens estavam dentro do carro e, durante a abordagem, o motorista, já saiu com as mãos para o alto. Já o passageiro saiu do veículo e atirou contra os policiais militares, que revidaram disparando tiros em direção ao suspeito. De acordo com a PM, o homem que atirou contra os policiais foi baleado e levado pela Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros ao Pronto-socorro, onde morreu. O outro homem que estava no carro foi preso. Ambos suspeitos são moradores de Osvaldo Cruz. A Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo divulgou a seguinte nota oficial sobre o caso: "O roubo será registrado na CPJ [Central de Polícia Judiciária] de Tupã. Já a morte por intervenção policial segue sendo registrado na Delegacia de Osvaldo Cruz, município vizinho de Salmourão. De acordo com informações da Polícia Civil, os três suspeitos do roubo foram encontrados por uma equipe da Polícia Militar, em um veículo, na cidade de Salmourão.

Eles foram abordados, momento em que um deles atirou contra os PMs, que precisaram intervir. O homem morreu e os outros dois foram presos em flagrante. Foram solicitados exames junto ao IC (Instituto de Criminalística) e IML (Instituto Médico Legal). Detalhes serão passados após o final dos registros das ocorrências."


115 visualizações0 comentário