Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Coordenador da Unimar publica artigo em revista científica internacional



O coordenador do curso técnico de enfermagem da Universidade de Marília (Unimar), Luiz Fernando Fregatto, teve seu artigo científico, dissertação de mestrado, aprovado para publicação na revista “Scientific Reports”, um periódico multidisciplinar fator de impacto JCR 4.379, sendo muito relevante na comunidade científica mundial. A pesquisa “Higiene oral e microbiota oral em crianças e jovens com deficiência neurológica e disfagia orofaríngea”, realizada sob orientação da fonoaudióloga e docente da Unimar, Dra. Paula Cristina Cola, pesquisou os hábitos de higiene bucal das crianças e jovens do Projeto Amor de Criança.

De acordo com Luiz, a alegria da pesquisa vai além da titulação, porque sua dissertação está auxiliando as famílias a melhorar a saúde das crianças atendidas pelo Projeto Amor de Criança. “A realização desta pesquisa foi muito importante porque, de fato, estávamos desejosos de mudar e garantir uma qualidade bucal para estas crianças e jovens. Eu sinto uma alegria e uma satisfação por poder contribuir, através do meu trabalho, com as possibilidades de melhorar a saúde das pessoas”, conta.

A pesquisa “Higiene oral e microbiota oral em crianças e jovens com deficiência neurológica e disfagia orofaríngea” foi a dissertação de Luiz Fernando no Programa de Mestrado em Interações Estruturais e Funcionais na Reabilitação. Defendida no final de 2020 e aprovada com méritos.

Ainda segundo Luiz, este é o reflexo da qualidade educacional da Universidade de Marília. “Eu me sinto honrado por trabalhar e conquistar meu mestrado aqui na Instituição, a qual nos dá meios para, através do corpo docente, estrutura pedagógica e infraestrutura, desenvolver trabalhos sérios e que possam, realmente, ter resultados que beneficiam a população. É uma alegria saber que o conteúdo, por mim escrito, está saindo do cenário da Universidade e tornando-se internacional”, comemora.

O trabalho foi orientado pela fonoaudióloga e docente da Unimar, Dra. Paula Cristina Cola. Segundo ela, foi uma alegria receber a confirmação da publicação. “É muito gratificante obter este reconhecimento em uma revista de alto impacto e de extrema importância no mundo, além de ter a chance de apresentar o mestrado da Unimar e o Projeto Amor de Criança, mostrando o trabalho que desenvolvemos com tanta seriedade. Este trabalho contou, também, com uma renomada equipe de docentes acadêmicos do mestrado interdisciplinar na área da saúde, do coordenador do Projeto Amor de Criança, Dr. Francisco Agostinho e, também, docentes da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Marília. Juntos, seguiremos trabalhando para novos resultados”, detalha.

A docente explica ainda que os resultados da pesquisa foram surpreendentes. “Nós fizemos a análise da biologia molecular por meio da coleta de saliva e analisamos duas bactérias relacionadas à má higiene oral, concluindo que as crianças com gastrostomia apresentam mais alterações do que aquelas que comem por boca. Isso acontece porque, às vezes, a mãe deixa de higienizar acreditando não ter resíduos. A partir dos resultados, a gente tem

conseguido trazer mudanças nas rotinas porque comprovamos para as famílias a importância da higiene oral para não trazer o prejuízo para a saúde delas”, explica.

O Projeto Amor de Criança foi criado em 2013 pela Universidade de Marília em parceria com o Ministério Público Federal (MPF) e a Universidade Estadual Paulista (Unesp), visando prestar atendimento multidisciplinar a crianças e adolescentes com paralisia cerebral, a grande maioria em situação de vulnerabilidade social. Atualmente, são atendidos mais de 300 pacientes.

Para o coordenador do Projeto Amor de Criança, Dr. Francisco de Agostinho Júnior, a dissertação foi realmente muito interessante. “A pesquisa cuidou, tratou e avaliou os aspectos da higiene oral e fez a associação com a microbiota oral, as bactérias da boca da criança, por um método de biologia molecular que muito nos honrou, porque é um método científico muito moderno e que realmente garante diagnósticos muito importantes. Estamos felizes por este trabalho e este apoio na vida destas famílias”, descreve.

A coordenadora do Programa de Pós-graduação em Interações Estruturais e Funcionais na Reabilitação, a Profa. Dra. Daniela Buchaim, ressalta o orgulho de mais este importante feito. “Nosso Mestrado Interdisciplinar na Área da Saúde está na quarta turma e já estamos colhendo frutos importantes dos nossos egressos, como a recente publicação do Luiz Fernando Fregatto, sob orientação da Dra. Paula Cola, que demonstra e afirma a maturidade científica do Programa de Mestrado. Este trabalho é o resultado de uma pesquisa desenvolvida no Projeto Amor de Criança, um dos pilares do Programa, e, assim, observamos que os resultados estão trazendo benefícios à comunidade e que a determinação supera qualquer dificuldade”, finaliza.

32 visualizações0 comentário