Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

COPA PAULISTA: Líder geral e invicto, MAC vence o Botafogo por 3 a 1 e pega o Noroeste no mata-mata


O irresistível MAC foi a Ribeirão Preto na tarde deste sábado (3) e derrotou o Botafogo por 3 a 1, pela 10ª e última rodada da Copa Paulista. Com mais esta bela vitória, o Tigrão

terminou a fase de grupos do certame invicto, com incríveis 20 pontos em oito jogos. O MAC conseguiu seis vitórias e dois empates na competição. Agora, segue para a fase de mata-mata do campeonato e vai enfrentar o rival Noroeste de Bauru em dois jogos: o primeiro em Bauru e o segundo aqui no Abreuzão. O Tigrão joga por dois resultados iguais para avançar às semi-finais.

1º TEMPO

O primeiro tempo foi bastante agitado, o Marília iniciou colocando uma pressão parecendo que estava jogando dentro de casa. E aproveitando as falhas do Botafogo por conta do pouco entrosamento, aos 17 minutos Wendel Barros aproveitou um lançamento que sobrou para ele após uma “pixotada” da zaga do Pantera e abriu o placar para o MAC.

Logo depois ainda energizado com o primeiro gol, o time do Marília continuou pressionando. Madalena, que estava louco para marcar seu gol no primeiro tempo, chutou colocado e a bola passou beirando a trave.

Mas, Madalena não se deixou abater e tentou novamente, dessa vez foi o goleirão Henrique que salvou o que seria o segundo gol do time visitante.

Aos 22 minutos, o MAC teve um escanteio que foi muito bem batido para o lateral Clayder subir sozinho e fuzilar o goleiro Henrique com uma cabeçada indefensável para ampliar o placar para o Tigrão.

Quando parecia que seria uma goleada antológica ainda no primeiro tempo, o time do Botafogo teve um pênalti assinalado pelo juiz. João Lucas foi para a bola e de perna esquerda bateu o famoso pênalti de segurança, forte e no meio do gol, para diminuir para o Pantera aos 26 minutos.

Após a pausa técnica para a hidratação dos jogadores, o Botafogo voltou ainda mais animado, e conseguiu chegar ao empate com Delgado, porém logo após a bola tocar no barbante, a bandeirinha sinalizou impedimento e o gol foi anulado.

O jogo continuou lá e cá, com os dois times buscando o ataque o tempo todo, até que Madalena saiu cara a cara com o goleiro, deu uma cavadinha mas a bola caprichosamente bateu na trave. No rebote Heitor finalizou meio desequilibrado e a bola foi na trave novamente e o goleiro Henrique acabou defendendo de vez.

No finalzinho do primeiro tempo o Botafogo ensaiou uma pressão contra o time do Marília, mas não conseguiu chegar no gol de empate. E foi assim até o juiz apitar o fim do primeiro tempo.

2º TEMPO FOGO DE PALHA

O segundo tempo começou animado, com o Botafogo partindo para cima de todas as maneiras para poder tentar o gol de empate e depois tentar uma possível virada.

Porém, o Marília se segurava bem e saía com ótimos contra-ataques, até que em um deles o time conseguiu uma falta na entrada da área. Denis Leite foi para a cobrança e bateu forte de perna direita no canto do goleiro e a bola entrou no ângulo. Um verdadeiro golaço aos 7 minuto.

Aproveitando que o adversário estava cambaleando após o terceiro gol, o Tigrão foi para cima e quase conseguiu o quarto gol com Bosco. Aos 9 minutos o jogador finalizou da entrada da pequena área, mas foi fraco e o goleiro defendeu.

O Botafogo tentou jogar após os 15 minutos, mas não conseguiu, e o Marília ficou dominando a partida sem sofrer muito e sem atacar muito também, só administrando o resultado. Até que o juiz apitou o final do jogo com a vitória do MAC.

MAC PEGA O NOROESTE NAS QUARTAS DE FINAL

Encerrada a primeira fase da Copa Paulista, vai começar o mata-mata da competição estadual que dá vagas na Copa do Brasil e na Série D do Brasileiro. Dos 17 times que disputaram a fase inicial, sobraram oito que se enfrentam nas quartas de final. São eles: Marília, Noroeste, Desportivo Brasil, Portuguesa, XV de Piracicaba, Botafogo, São Caetano e Água Santa.

Os confrontos do mata-mata vão acontecer nos dois próximos fins de semana, com datas ainda a serem divulgadas pela Federação Paulista de Futebol. O campeão do torneio pode escolher a vaga na Copa do Brasil 2023 ou a Série D do Brasileiro 2023. O vice-campeão fica com a opção não escolhida. Os quatro times com as melhores campanhas (Marília, Desportivo Brasil, XV de Piracicaba e São Caetano) tem duas vantagens nas quartas de final: decidir o jogo de volta em casa e se classificar em caso de dois resultados iguais. Como dois grupos tinham seis times e um deles tinha cinco, o critério para as melhores campanhas segue o aproveitamento das equipes e não a pontuação final. Confira os confrontos das quartas da Copa Paulista

Marília x Noroeste

Desportivo Brasil x Portuguesa

XV de Piracicaba x Água Santa

Botafogo-SP x São Caetano





65 visualizações0 comentário