Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Corregedoria da Prefeitura investiga assédio de motorista contra funcionária da Gota de Leite


A Corregedoria Geral de Marília, conforme portaria publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (14), investiga denúncia de atentado ao pudor envolvendo um motorista da prefeitura e uma funcionária da Maternidade Gota de Leite.

De acordo com a publicação, o episódio teria ocorrido em 2018. Na acusação, a vítima afirma que o suspeito tentou agarrá-la e beijá-la após o transporte de um passageiro. Ela repudiou a conduta e saiu do carro. A vítima ainda informou que não conhecia o motorista e que aquela teria sido a primeira vez que ele prestou o serviço. A mulher solicitou à maternidade que outro motorista fosse buscá-la ao final do turno. Na ocasião, servidoras da Unidade de Saúde da Família de Lácio teriam dito que o mesmo motorista já havia feito isso com outras mulheres. Após uma sindicância, aberta em outubro de 2018, a comissão decidiu pela abertura de um processo administrativo disciplinar contra o servidor. O caso também é investigado na esfera judicial.




79 visualizações0 comentário