Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Bebê morre vítima de incidente na Zona Oeste de Marília. Dormia na cama com a mãe e uma irmã


Uma fatalidade foi registrada no final da madrugada desta quinta-feira (21), na Zona Oeste de Marília. Conforme a ocorrência, por volta das 4h, a Polícia Militar foi acionada para uma residência localizada na Avenida Saudade, para onde também foram viaturas do SAMU e Corpo de Bombeiros.

No local, o médico do SAMU constatou o óbito de uma bebê de dois meses. Foi constatado que a mãe, de 34 anos, dormiu com a criança e outra filha de seis anos na mesma cama e durante a madrugada, enquanto dormiam, ocorreu o incidente.


RECOMENDAÇÕES ESPECÍFICAS PARA CAMA COMPARTILHADA

  • Amamente o seu bebê! Mães que amamentam permanecem mais tempo em estágios leves de sono, fazendo com que elas estejam mais alertas aos bebês. Elas também tendem a dormir numa posição protetora (com os joelhos dobrados para cima), e isso previne que o bebê desça e acabe ficando debaixo de um cobertor, por exemplo.

  • Ponha o bebê próximo à mãe, ao invés de deixá-lo entre o pai e a mãe. Isso evita que um pai que tenha sono muito pesado, por exemplo, não perceba o bebê ao seu lado.

  • Use grades ou protetores de cama quando colocar o bebê na cama da família. Preencha qualquer espaço entre a cama e as paredes, cabeceira e móveis com uma manta ou toalha enrolada. Se você colocar o colchão (ou futon) no chão, longe das paredes, você também evita o risco de quedas, além do risco do bebê cair em algum espaços pequenos.

  • Seja consciente sobre o arranjo de sono. Coloque o bebê próximo à mãe, em um ambiente planejado e seguro, ao invés de cair no sono por exaustão no sofá, cadeira, poltrona, ou qualquer outro lugar inseguro.

  • Apenas cuidadores primários devem dormir com um bebê, pois apenas eles poderão dormir em um estado leve de alerta, atentos aos movimentos e à presença do bebê.

  • Não deixe que babás ou irmãos mais velhos durmam próximo ao bebê, pois eles também não estarão alertas aos movimentos e à presença do bebê.

QUANDO VOCÊ NÃO DEVE FAZER CAMA COMPARTILHADA

Criar filhos é algo que deve focar tanto na saúde como na segurança, e praticar cama compartilhada com um bebê é saudável e seguro na maioria dos casos, mas há situações que farão com que os pais precisem deixar o bebê dormir em outra superfície, mas ainda assim podendo ser no mesmo quarto.



0 visualização0 comentário