Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

CRIMINOSOS NAS RUAS: Em dois meses, "saidinhas" somam 38 foragidos em Marília


Dos 656 presos beneficiados com a "saidinha de Corpus Christi" na Penitenciária de Marília e no Centro de Ressocialização (CR), 15 não retornaram ao sistema, conforme dados da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).

Os detentos foram colocados em liberdade na terça-feira (14) e deveriam retornar até as 18h da segunda-feira (20). Na "saidinha da Páscoa" (em abril), foram soltos em Marília 616 presos, dos quais 23 não regressaram. Ou seja, em apenas dois meses, 38 condenados "retornaram" para as ruas e são considerados foragidos.

CINCO VEZES POR ANO

O benefício da saidinha é concedido pela Justiça aos detentos cinco vezes ano em datas especiais. Para ter direito ao benefício, o detento deve comportamento adequado, ter cumprido no mínimo um sexto da pena se for réu primário, ou um quarto se reincidente. Precisa ainda ter residência fixa confirmada e não ter se evadido em ocasiões anteriores. É obrigatório permanecer no endereço informado e sair às ruas apenas entre 6 e 19 horas munidos com documentos pessoais e da liberação. Os presos ainda não podem frequentar bares, lanchonetes, boates, casas de jogos, parques de diversões ou locais de “reputação duvidosa”. Viagens não informadas à direção do presídio também são proibidas.





20 visualizações0 comentário