Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

DEPUTADO FEDERAL: Reta final consolida apoio a Juliano da Campestre, o candidato de Marília


Marília e região tem chance real de eleger um deputado federal nato, que é aqui da nossa terra. Esse candidato tem nome: Juliano da Campestre. Empresário jovem, pai de família, defende os valores cristãos e reúne bons planos e projetos.

Perfil que vem alavancando ele nas redes sociais, com mais de dois milhões de pessoas alcançadas nos últimos 40 dias, unificando manifestações de apoio e engajamento nas propostas.

Juliano da Campestre faz uma campanha simples, com poucos recursos, mas com propostas que vão de encontro aos anseios da população. "Os eleitores, a população de Marília e cidades da nossa região querem um deputado federal daqui, que está sempre presente, vivendo nossa realidade e nossas necessidades", afirma Juliano.

"Com o mandato, vamos abrir portas em Brasília para Marília e região, buscando recursos e obras para a Saúde, a Segurança, Assistência Social e geração de empregos, principalmente", disse.

XÔ, PARAQUEDISTAS!

Juliano lembra que a população, os eleitores, devem rejeitar os famosos paraquedistas, aqueles candidatos que vêm de fora, de outras cidades que ne conhecemos para buscar votos em Marília. Nas eleições de 2018, esses forasteiros levaram mais de 60 mil votos daqui, Esse número elegeria um parlamentar de Marília.

"Eles chegam com risadinhas, muito s cabos eleitorais, mas só andam pelo centro, não conhecem a Nova Marília, o Bairro Santa Antonieta, o Maracá. São oportunistas que podem levar muitos votos de nossa cidade e a população depois recebe migalhas, sofrendo com o caos na saúde e outros serviços", observou Juliano.

Com boa projeção de ser eleito, ele finaliza: "Estamos juntos, fortalecendo a chance de Marília e região ter um legítimo representante na Câmara dos Deputados, em Brasília".

Juliano nasceu em Vera Cruz, onde se formou e mora em Marília com a esposa e filhos. Notabilizou-se na luta sindical da área da saúde e no setor de comunicação como proprietário da Rádio Campestre FM.

É um lutador, visto no dia a dia da nossa comunidade trabalhando, discutindo problemas da população e buscando soluções. Não tem segredo. Assim é o Juliano da Campestre.

CONTRA OS PEDÁGIOS

Juliano também liderou a luta contra os nocivos pedágios que cercam Marília em todos os sentidos. "O governo do João Doria, do PSDB, prejudicou muito Marília com tantos pedágios, Se andar 20 quilômetros em qualquer direção encontra um pedágio. E isso pesa no bolso do cidadão como uma bola de neve, porque além de perder dinheiro no pedágio, ele perde dinheiro com a inflação da comida, do frete. Minha briga é pelos trabalhadores que se deslocam entre cidades, pelos pequenos produtores que estão falindo por causa do pedágio” afirmou.

Juliano não ficou só nas palavras. Foi à luta. Com apoio de moradores da região e produtores rurais, abriu estradas de terra alternativas e criou rotas de fugas dos pedágios. Algumas foram fechadas pela Justiça, mas a luta continua.

Como deputado federal, ele quer trazer recursos para abrir novas estradas vicinais entre as cidades da região, sem pedágios. "Não podemos aceitar que trabalhadores e estudantes, principalmente, sejam obrigado a pagar tarifas de quase R$ 20 nos dois sentidos entre Marília e Garça e Marília e Pompeia. O Governo do Estado colocou pedágios nesses trechos de trinta quilômetros que já estavam duplicados, prontos. Absurdo e revoltante isso", disse Juliano.

PROPOSTAS

Juliano tem um plano de trabalho com diversas propostas para atuar como deputado federal. “Temos projeto para nossas empresas darem saltos de produtividade e nossas cidades crescerem como nunca. Com jovens profissionais bem formados e com maior oferta de profissionais de tecnologia qualificados, nossa região e São Paulo avançarão mais. Vamos trazer o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia para Marília, dentro do projeto do Parque Tecnológico Regional”, explica.

Juliano também quer trazer os cursos de graduação da Universidade Federal de Tecnologia para a região. Cursos como Engenharia Aeronáutica, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Biossistemas, Engenharia de Computação, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Energias Renováveis, Engenharia Eletrônica, Ciências da Computação e Sistemas de Informação.

“Sou filho da classe trabalhadora. Graças ao esforço dos meus pais e ao Colégio Agrícola de Vera Cruz, eu consegui me formar e dei uma guinada na minha vida. Quero que os jovens de hoje tenham ainda mais oportunidades do que as que eu tive e que consigam alcançar seus objetivos. Sobre a energia solar, temos esse dado de que os prédios públicos podem economizar até 90% dos custos com a instalação desse sistema”, explica Juliano.

Ele também tem como meta buscar recursos para a Maternidade e Gota de Leite implantar um projeto de energia solar que permitirá uma economia de R$ 40 mil por mês para a entidade. "Um dinheiro que poderá ser reinvestido no bem-estar e no conforto das pacientes e dos bebês que nascem todos os dias na instituição", observou.

APOIO AOS MICROEMPRESÁRIOS

Entre as propostas de Juliano, também está a busca de recursos junto ao BNDES para beneficiar os microempreendedores (MEIs), pequenas empresas, trabalhadores por conta própria e informais, com liberação de crédito facilitado e com juros baixos.

Também propõe anistia das dívidas dos MEIs e renegociação ampla das dívidas dos microempresários cadastrados no Simples Nacional, com anistia dos juros e multas; além de prazos de carência, taxas de juros menores e parcelamentos amplos para as dívidas das famílias.

“Queremos mais empregos, que sejam mais bem remunerados para os trabalhadores brasileiros, do Estado de São Paulo e da nossa região, em especial. Aquilo que ‘come o salário do trabalhador’, como os pedágios, serão tratados por mim como inimigos. Quanto a isto estou muito convicto. Não tem conversa. Esse é o meu compromisso”, conclui Juliano.





190 visualizações0 comentário