Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Deputado Vinícius Camarinha prestigia inauguração na Apae em Marília e reafirma apoio à entidade


O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Vinicius Camarinha (PSDB) participou na manhã deste sábado (25) da inauguração da revitalização da Escola de Educação Especial da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Marília. O projeto envolveu a revitalização da fachada, com reforço na identificação, além de pinturas no pátio com propostas lúdicas como áreas para amarelinhas, jogos, circuito de trânsito, ilustrações com as letras do alfabeto, numerais e formas geométricas.

“A Apae é uma instituição de referência nacional na inclusão, acolhimento e carinho aos assistidos e, pra mim, é uma honra fazer parte de mais esse capítulo da história da associação de Marília. A Apae é prioridade no nosso trabalho e para ajudar nas obras, autorizamos várias emendas”, disse o parlamentar.

Através do mandato de Vinicius Camarinha, já foram conquistados recursos, através de emendas de R$ 250 mil, R$ 100 mil, duas de R$ 80 mil e uma de R$ 30 mil, para ampliações, reformas, como do refeitório, salão de eventos, além de verbas para a aquisição de equipamentos.

Localizada na rua Raul Torres, número 70, a Apae de Marília é responsável pelo atendimento a 192 alunos com idades entre três e 30 anos. A escola especial oferece Educação Infantil, Ensino Fundamental Ciclo 1 do 1 ao 5º ano, Programas Pedagógicas Específicos e Educação Especial para o Trabalho.

Na oportunidade, a diretoria e voluntários da Apae apresentaram os novos espaços como Sala de Informática, Biblioteca, Brinquedoteca, salas de aula, sala de dança, música e outras estruturas que também passaram por investimentos.

INVESTIMENTO

Vinicius ainda aproveitou para deixar o abraço do novo governador Rodrigo Garcia (PSDB) aos diretores, voluntários, funcionários e alunos da Apae. “O governador Rodrigo tem um carinho especial pelas Apaes e autorizou há alguns dias o aumento do repasse em 23,85% para todas as Apaes do Estado de São Paulo. No total, serão beneficiados 18,4 mil estudantes, sendo de 14,6 mil alunos com DI (deficiência intelectual) e 3,8 mil alunos com TEA (transtorno do espectro autista), atendidos em 286 entidades, em 261 municípios paulistas”, concluiu Vinicius Camarinha




41 visualizações0 comentário