Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Deputado Vinícius Camarinha relata programas de vacinas e anuncia dez novos leitos de UTI para o H.C


Após participar de um encontro pessoalmente na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) o deputado estadual Vinícius Camarinha (PSB) gravou uma live em sua página no Facebook para explanar sobre as medidas que estão sendo adotadas sobre compras de vacinas contra a Covid-19. Também anunciou a conquista mais 10 novos leitos de UTIs para Covid-19 no Hospital das Clínicas de Marília.

Ele integra uma Comissão Nacional que reúne assembleias legislativas de todo o país #provacina para acompanhar e fortalecer medidas de combate à pandemia do coronavírus. Na Assembleia Paulista, Vinícius é coordenador dos projetos vinculados ao tema em nível estadual.

"Estamos 100% empenhados no acompanhamento e cobranças da efetivação das compras e produção das vacinas contra o coronavírus. Prioridade máxima nesse momento, pois a saúde está sendo pressionada e sob colapso", alertou.

"Temos boas notícias! O Brasil tem cinco novos pedidos de uso emergencial de vacinas e a Jhonson & Jhonson também conseguiu liberação da Anvisa para vacinas. Em sete dias as vacinas dessa empresa estarão sendo disponibilizadas no Brasil. Outra boa notícia é que a União Química, de Guarulhos, vai produzir as vacinas Sputnik", disse o parlamentar.

Nesta terça-feira (16), representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reuniram-se com representantes do laboratório Janssen, uma das empresas que fornecem vacinas ao governo brasileiro. O Ministério da Saúde anunciou a compra de 38 milhões de doses da farmacêutica.

Vinícius disse que a Anvisa também autorizou o uso emergencial da vacina Covaxin, produzida pela Índia, como ocorreu com a Sinovac, da China. "Essas ações aumentam o portfólio de novos fornecedores e agilizam a vacinação, que é a melhor estratégia no combate ao coronavírus", observou o deputado.

Ele lamentou o fato do Governo Federal não ter providenciado pedidos e compras de vacinas desde o ano passado. "Se tivesse feito isso, a situação hoje seria outra", comentou.

A Anvisa anunciou que as vacinas da Pfizer, AstraZeneca e Coronavac são eficientes também contra variantes do coronavírus identificadas no Brasil e outros países. A Agência informou que a AstraZeneca não causou coagulações e efeitos colaterais em pessoas que tomaram a vacina aqui no Brasil. Houve suspensão da vacina em países europeus por cautela. "Graças a Deus nçao tivemos problemas colaterais com vacinas aqui no Brasil. Uma excelente notícia", disse o deputado.

Ele ressaltou ainda a aceleração da produção da vacina Coronavac pelo Instituto Butantan, em São Paulo. "O Butantan é um orgulho nacional. O potencial hoje é de 900 mil doses da vacina por dia e isso vai aumentar com a nova fábrica que está sendo construída".

Nesta quarta-feira (17), o Butantan está entregando mais dois milhões de doses da Coronavac para o Ministério da Saúde.

"Que essas vacinas cheguem o mais rápido possível para todos e acabe com esse negócio de abre e fecha. A expectativa é que, se a vacinação for efetiva, até julho, idosos de 60 anos ou mais estejam imunizados. Outra boa notícia é que não perdemos nenhum idoso após receber a vacina", afirmou Vinícius.

Afirmou que "é preciso, entretanto, melhor organização para aplicação das vacinas, sem que os idosos, especialmente, continuem sofrendo com imensas filas em plena madrugada. Tem que aplicar as vacinas de domingo a domingo, pois estamos em uma grave pandemia", alertou.

MAIS 10 LEITOS DE UTIS PARA O HOSPITAL DAS CLÍNICAS DE MARÍLIA

Vinícius também abordou a questão das lotações de UTIs destinadas a pacientes com a Covid-19. "Felizmente, conseguimos junto ao Governo do Estado a instalação de 10 novas UTIs para o Hospital das Clínicas de Marília. Recentemente, foram abertos outros 10 leitos de UTIs. O Hospital das Clínicas que passou a ter 40 leitos nesse padrão e agora terá mais 10, além de várias outras UTIs para hospitais da nossa região. A situação é grave e preocupante. Por isso, é importante que todos se conscientizem sobre a necessidade de cuidados básicos, como uso correto de máscaras, álcool em gel e lavar as mãos com sabão, além de outras atitudes preventivas. As UTIs estão cheias e não adianta ser amigo de deputado, juiz ou padre: não vai ter vaga nas UTIs. Se cuidem!". Finalizou dizendo que está elaborando projeto de lei focado na atual situação diante da pandemia para fomentar a economia e beneficiar comerciantes, principalmente.




184 visualizações0 comentário