Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

DESBUROCRATIZAÇÃO: Walter Ihoshi ministra palestra hoje à noite na Connect Acim


O ex-deputado federal por Marília, empresário e ex-presidente da Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo), Walter Ihoshi, estará proferindo palestra na 4ª Edição da Connect Acim, às 19h50 desta sexta-feira (29), no Ginásio de Esportes da Avenida Santo Antonio. Ihoshi vai abordar o tema "Desburocratizando: simplificar para crescer".

A gestão dele na maior Junta Comercial do país foi pautada pela desburocratização. "Nosso trabalho sempre teve como principal objetivo aprimorar o ambiente de negócios no Estado, além de, transformarmos a Jucesp, que é uma instituição centenária, em uma Junta 100% digital, melhorarndo a experiência do usuário", explica Ihoshi.

Uma das grandes metas atingidas na gestão dele foi a abertura de empresas em 24 horas, com mudanças no fluxo de documentos e processos. O tempo médio de 3,5 dias para constituir uma empresas passou a ser de apenas 0,91 dia. Isso para empresas dos tipos jurídicos Empresário Individual – EI), Empresa Individual de Responsabilidade Limitada – Eireli e Sociedade Limitada – LTDA, que correspondem por 98,84% das empresas registradas no órgão

"Vivemos a era digital. Cerca de 10% das aberturas de empresas são feitas on-line no VRE Digital com certificado digital. Acompanhamos essa mudança de cultura, que tornou-se benéfica a todos", diz Ihoshi. Na gestão dele na Jucesp, o Estado bateu recorde de abertura de novas empresas. "Consolidamos mais empreendedores, em vários níveis e segmentos de atuação, melhor renda e mais empregos dentro desse novo processo. Sempre com foco na desburacratização e simplificação dos processos", afirmou. Sobre a pandemia da Covid, Ihoshi lembrou que por outro lado, houve uma demanda reprimida nos períodos mais críticos. Então, criamos novos canais de atendimento que implantamos durante este período de pandemia para ajudar o empreendedor e não deixarmos os usuários sem acesso aos nossos serviços, que é sistema de ‘drive thru’ e ‘delivery’. O setor de reinventou".

Ihoshi disse que esse programa de trabalho foi desenvolvido em sintonia com o microempreendedor e o pequeno empresário, que também disponibilizaram de ajuda através dos créditos do Banco do Povo, de programas de capacitação e de qualificação e do mapeamento dos novos trabalhos que foram e continuam surgindo. "Todas essas medidas somadas, nos levaram a ter uma perspectiva positiva, com os melhores resultados para o desenvolvimento da economia do nosso Estado, sempre buscando meios para fortalecer o empreendedorismo e melhorar o ambiente de negócios.", avaliou.


139 visualizações0 comentário