Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Desportistas pedem doações de materiais para iniciar reforma do Poliesportivo da Vila Altaneira


Parte do grupo de desportistas que pretende iniciar recuperação do Poliesportivo da Vila Altaneira, na Zona Leste de Marília


Abandonado há longos anos, o poliesportivo da Vila Altaneira, na Zona Leste da cidade, poderá ter uma luz no fim do túnel em relação á caótica situação. Um grupo de amigos desportistas se reuniu e decidiu colocar como meta arrumar o referido poliesportivo em 50 dias.

"Reformas para o início do campeonato. Já existe um processo de licitação pela Prefeitura, mas a idéia é fazer o mínimo para o início do campeonato e ajudar a cuidar, até a concretização da parte da Prefeitura", explicou Ezequiel Pereira, um dos coordenadores do grupo. Ele ressaltou que o campo de futebol do poliesportivo está em ótimo estado.

Para as reformas iniciais, o grupo vai pedir doações de materiais. "Precisamos de toda ajuda possível", adianta Ezequiel. Entre os materiais necessários, estão:

9 latas de tinta branca

7 latas de tinta azul

4 rolos de tinta

3 caçambas pra retirada de lixo nos vestiários.

6 torneiras de plástico

4 chuveiros ( duchas ) podendo ser usados

Um serralheiro que possa fazer um preço bacana pra soldar às traves e os portões.

E por último e mais difícil - 200 metros de alambrados

"Quem tiver contato e puder fortalecer será de grande ajuda mesmo com um preço mais viável. Se alguém tiver algum contato de vereador que puder nos ajudar de imediato pedindo a religação da água pra já ir facilitando será de grande ajuda. Existe um vazamento lá que iremos arrumar", explicou Ezequiel.

O telefone de contato para interessados em colaborar é (14) 99851-3029 (whatsapp).

O JP levantou que em março de 2018 foi liberada uma emenda no valor de R$ 222.857,14, pelo Ministério dos Esportes. A emenda foi de autoria do então deputado Beto Mansur (MDB) e tinha como destino obras de reformas do Poliesportivo da Vila Altaneira. A contrapartida da Prefeitura seria de R$ 55 mil.

A emenda determinou esta verba como impositiva, ou seja, só poderia ser usada para as obras de reformas do local. Mas, nada foi feito. Nem o projeto para uso das verbas foi providenciado.

O site sobre convênios do Governo Federal, informou, em 5 de setembro de 2018, que a referida verba "está regularizada e pronta para ser movimentada na agência bancária (CEF)".

Ou seja, o dinheiro já estava disponível há vários meses, mas desde março de 2018, quando a emenda foi anunciada, o prefeito Daniel Alonso (PSDB) sequer fez o projeto técnico. Puro relaxo e incompetência.

Pior: a data limite para prestação de contas sobre a verba (caso utilizada) terminou em 28 de maio de 2019.


Emenda e verbas liberadas pelo Governo Federal para obras de reformas do Poliesportivo da Vila Altaneira: mas a Prefeitura não fez bnem o projeto para isso

ABANDONO E REVOLTA DA POPULAÇÃO

Matagal por todos os lados, destelhamento, deterioração, vidros quebrados e muita sujeira, com aparecimento de cobras e outros animais peçonhentos. Cenário que revolta principalmente a população que reside nas imediações do Poliesportivo da Vila Altaneira.

O local, na Rua Jericó, também serve como abrigo de marginais e usuários de drogas. Anexo ao Poliesportivo funcionava um salão de danças da terceira idade, também desativado e deteriorado pelo abandono.








94 visualizações0 comentário