top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Dia do Médico Veterinário: Unimar celebra o compromisso de formar profissionais dedicados


Coordenador do curso de Medicina Veterinária da Unimar, Prof. Dr. Fábio Manhoso, com acadêmicos

No dia 9 de setembro, comemora-se os Médicos Veterinários, profissionais que desempenham um papel único na proteção da saúde animal, humana e do meio ambiente. A profissão, que segue em constante evolução, permanece enraizada em conceitos práticos e humanísticos, uma abordagem que tem consolidado o curso da Universidade de Marília (Unimar) na formação de profissionais que se destacam no mercado, colocando-a entre as melhores Instituições de Ensino do estado de São Paulo.

Segundo o coordenador do curso de Medicina Veterinária da Unimar, Prof. Dr. Fábio Manhoso, celebrar a data é sempre especial, principalmente pelo papel essencial desempenhado pelos profissionais no desenvolvimento das regiões. “A Medicina Veterinária cada vez mais se destaca no país, não somente por ser uma profissão voltado a saúde animal, mas por ser um profissional que está muito próximo ao homem, em termos de saúde pública, produção de alimentos, saúde ambiental e sustentabilidade, além de ser um profissional do agronegócio, ou seja, possui uma conotação econômica para o desenvolvimento do país”, destaca.

O Dia do Médico Veterinário tornou-se oficial no ano de 1933 quando o então Presidente Getúlio Vargas regulamentou a profissão no Brasil. Em 1917 houve a graduação da primeira turma e, a partir de então, por meio do conhecimento científico, tantas contribuições altamente significativas foram e são realizadas em nosso país e para a sociedade, contribuindo diretamente com o bem estar único e a economia. Atualmente, são 45 mil profissionais atuantes no estado de São Paulo.

A acadêmica do quarto ano do curso de Medicina Veterinária da Unimar, Bruna Tukazan, conta que escolheu a profissão pelo amplo leque de opções de atuação, podendo unir os cuidados com os animais e as pessoas. Para ela, celebrar a data é valorizar uma profissão que contribui com a saúde única. “Esse reconhecimento é super importante, porque os médicos veterinários não cuidam apenas da saúde dos animais, cuidam também do homem e do meio ambiente, a chamada saúde única. Estamos além das clínicas veterinárias e fazendas, dentro da indústria alimentícia atestando a qualidade dos alimentos, na indústria farmacêutica, no controle de zoonoses, ou seja, é uma área muito ampla e que deve ser reconhecida”, destaca.

O acadêmico, também do quarto ano da graduação, Pedro Henrique de Oliveira, que cresceu em uma fazenda observando o trabalho de médicos veterinários, conta que escolheu a profissão por perceber a extrema importância dela para a sociedade. “O trabalho do médico veterinário vai além do que muitos imaginam, porque não se limitam à fazenda ou à clínica veterinária, estão envolvidos na proteção da saúde humana e do meio ambiente. Isso inclui a fiscalização de alimentos e biossegurança, a contribuição para a produção de alimentos e o cuidado constante com o bem-estar dos animais. A escolha dessa profissão está fundamentada na busca pelo desenvolvimento sustentável e na dedicação à saúde global”, conta.

Há 36 anos, a Unimar de forma pioneira lançava o primeiro curso privado de Medicina Veterinária e, ao longo desse período, formou mais de 3 mil profissionais, os quais vêm se destacando no mercado, na docência, na pesquisa e nos conselhos municipais, estaduais e federais, sempre contribuindo para o fortalecimento da profissão em nosso país.

Com metodologia de ensino baseado nas competências humanísticas, a Unimar conta com corpo docente formado por mestres e doutores e vastos campos de atuação prática, como a Fazenda Experimental, Leiteria e Hospital Veterinário, além de ser uma das poucas Universidade que oferece o Programa de Aprimoramento em Medicina Veterinária e o Mestrado Profissional. Qualidade atestada pelos principais avaliadores educacionais do país, como o MEC.

“Marília é privilegiada na questão da Medicina Veterinária. O curso da Unimar foi, sem dúvida, um divisor de águas para a formação acadêmica do estado e os profissionais que aqui se formaram, estão espalhados pelo mundo contribuindo com o desenvolvimento e, principalmente, ocupando espaço na sociedade, porque realmente somos profissional global”, complementa.

O egresso da Unimar, Eduardo Ribeiro Cavalcante, levou o conhecimento adquirido na Unimar para Rondônia, em sua Clínica Veterinária voltada à cirurgia, radiologia e Ortopedia de pequenos animais. Ele conta que escolheu a profissão ao perceber a importância dos animais para o bem estar das famílias e, por isso, para ele é fundamental celebrar a data. “Comemorar o dia de nossa profissão é celebrar, também, uma conquista sobre o bem estar, não só animal, mas humano”, conta.

Eduardo destaca a importância da Unimar na construção de sua carreira. “Tive grandes mestres que me ensinaram não só a profissão, mas também, a ética pessoal e profissional. Me ensinaram a buscar a excelência naquilo que optei fazer. Professores que foram inspiração de como eu gostaria de me tornar, como meu grande mentor, amigo e padrinho, o Dr. Fábio Manhoso, pessoa pela qual tenho profunda admiração e respeito.

A Unimar, certamente, é uma das melhores universidades em que alguém poderia estudar. Estrutura fabulosa e professores altamente capacitados”, destaca.

“Quero, por fim, cumprimentar aqui os colegas, os quais representam a medicina veterinária com muita dignidade”, finaliza o coordenador do curso.

70 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page