Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

DIA DO MÉDICO VETERINÁRIO: Unimar há 35 anos é responsável por formar gerações e celebra a data


Rafael Fabrizzi Lucas, Rogério Fabrizzi Lucas, Wilson Oslis Sanches Lucas, Roberto Fabrizzi Lucas, Renato Fabrizzi Lucas

Neste dia 9 de setembro, celebramos o dia do Médico Veterinário, um profissional indispensável para a sociedade pela sua atuação na saúde única, que integra a saúde animal, humana e ambiental. A profissão, que segue em constante crescimento, vem se transformando com o avanço da tecnologia, mas segue estruturada a partir dos conceitos práticos e humanísticos, metodologia que faz o curso da Universidade de Marília (Unimar) há 35 anos formar gerações que se destacam e, assim, estando entre as melhores do estado de São Paulo.

O coordenador do curso de Medicina Veterinária, o Prof. Dr. Fábio Manhoso, destaca a importância da profissão. “Hoje é um dia muito especial para todos nós que militamos na profissão e que acreditamos que ela seja, realmente, importante para o desenvolvimento da humanidade e do país. A Medicina Veterinária tem uma pujança dentro das questões que envolvem a saúde única, que integra a saúde humana, animal e ambiental. Somos profissionais completos e que não estamos apenas nos cuidados, mas na produção de vacinas, envolvido nas questões de farmacologia, nas pesquisas científicas, enfim, nas mais diversas áreas”, destaca.

O curso de Medicina Veterinária da Unimar foi o primeiro curso privado do estado de São Paulo e, ao longo destes anos, foi responsável por contribuir com o desenvolvimento de muitas regiões e, principalmente, por transformar vidas. “Ao longo dos 35 anos, sempre tivemos como meta buscar a qualidade, acima de tudo, e somos um curso tradicional que busca sempre a inovação, por meio da tecnologia e a nova linguagem, com metodologia de ensino que integra o aprendizado em sala de aula e nos campos práticos, acompanhando a evolução da sociedade em que vivemos. Nenhuma frase identifica tanto o nosso curso como esta: tradição com inovação”, complementa o coordenador.

Com metodologia de ensino baseado nas competências humanísticas, conta com corpo docente formado por mestres e doutores e vastos campos de atuação prática. Além de ser uma das poucas Universidade que oferece o Programa de Aprimoramento em Medicina Veterinária e o Mestrado Profissional.

Ao longo de 35 anos, o curso de Medicina Veterinária da Unimar formou mais de 2,5 mil profissionais, que vêm se destacando no mercado, na docência, na pesquisa e nos conselhos municipais, estaduais e federais, sempre contribuindo para o fortalecimento da profissão. Muitos destes profissionais, transferiram sua paixão pela profissão aos filhos, que se tornaram também, alunos da Universidade de Marília.

O egresso da Unimar, Ricardo Prado, acredita na força da profissão e como ela beneficia a população, tendo orgulho de ter transferido para o filho o amor pela Medicina Veterinária. “Me formei no ano 2000 e tenho muito orgulho de ter estudado na Unimar e ver que meu filho, João Ricardo, também está estudando na mesma Universidade e seguindo a profissão, que ao meu ver, é muito bonita e que trabalha sempre para a segurança, seja ela alimentar ou zoonoses. Fico muito alegre ao ver esta nova geração seguindo os mesmos caminhos que sonhamos”, diz.

Ricardo Fachim Prado e João Ricardo Nakid Prado

O acadêmico do 2º ano da graduação, João Ricardo Nakid Prado, conta como é seguir os passos do pai. “Seguir a carreira do meu pai é muito gratificante, porque desde muito pequeno eu estava com ele no dia a dia profissional. Quando escolhi cursar na mesma Universidade, senti realmente que faço parte de uma história. E o que é mais interessante, foi ao descobrir que a nossa profissão não trabalha apenas com animais e sim, com a saúde única e há uma vasta área de atuação, o que nos abre um grande leque de oportunidades”, conta.

A Médica Veterinária Flávia Rossi, formada na 7ª turma da Unimar, conta como se sente feliz em saber que a filha segue seus passos profissionais. “Há 23 anos trabalho com a nutrição de cães e gatos e tive a oportunidade de acompanhar a grande evolução e transformação nesta área. Tenho certeza que a Medicina Veterinária continuará crescendo, evoluindo e contribuindo para o desenvolvimento do país com as novas gerações, como a minha filha que está no terceiro ano e já está trabalhando para dar continuidade a tudo que nós, médicos veterinários, conquistamos até aqui e, é claro, que isso me enche de orgulho”, ressalta.

Ana Flávia Rossi de Almeida (à esquerda)

Celebrando a data ao lado da mãe, a acadêmica Ana Flávia Rossi de Almeida, destaca sua escolha. “Eu sempre tive muito contato e admiração pela profissão, que está envolvida na sociedade como um todo, desde a parte do cuidado nos pequenos e grandes animais, nas clínicas, até na garantia de um produto de qualidade na nossa mesa e, para mim, sempre foi admirável. Eu acho que é uma área que ainda tem muito a evoluir e me preparo para contribuir com esta evolução. É com muito orgulho que me espelho na minha mãe e no meu pai, também veterinário, que sempre foram um modelo a ser seguido pelo profissionalismo e amor pela profissão, sem contar a competência que possuem”, conta.

Gibson Silva e Gabriel Silva

O acadêmico do 5º ano da graduação, Gabriel Silva, destaca a felicidade em ter aprendido a profissão na Unimar, assim como o pai, e agora dar continuidade em seu trabalho. “Ter a oportunidade de me formar na mesma Universidade que meu pai, que é uma das melhores do Brasil, e atuar com ele é a realização de um sonho. Um homem que, além de pai, é um professor e um espelho para mim, porque aprendo todos os dias, algo que não tem palavras”, fala.

O egresso Gibson Silva, se formou em 1998 na Unimar e atualmente trabalha no estado de Tocantins com reprodução bovina. “A presença dos médicos veterinários tem sido constante nas fazendas, levando todo o conhecimento e emprego das biotecnologias, auxiliando os produtores nas tomadas de decisão no intuito de aumentar a produtividade. Escolhi a profissão quando criança e, agora, tenho a oportunidade de transmitir meus conhecimentos a um futuro médico veterinário, meu filho, é muito gratificante”, conta.

Luigi Marega Neto, Paulo Marega, Luigi Ribeiro Marega

O amor pela profissão está presente na família de Luigil há três gerações. Ele, seu pai e seu avô, carregam o mesmo ofício com muito orgulho. “Eu, sendo descendente de médicos veterinários, não tive como escapar desta paixão. Essas são as minhas maiores inspirações e a minha intenção é levar o nome da família adiante e ser um médico veterinário tão bom quanto eles, porque é uma profissão muito linda em que a gente une a saúde humana e animal, que está tudo girando em torno do bem estar de todos”, destaca.

O Médico Veterinário, Luigi Marega Neto, destaca a honra de carregar a profissão do pai, Paulo Marega, e agora, ver seu filho iniciando o curso. “A Medicina Veterinária é uma profissão que faz parte da vida das famílias, porque nós somos responsáveis por produzir, por inspecionar os alimentos e proteínas, para chegar com boa qualidade na mesa do produtor, sem contar que a gente é responsável por tratar, cuidar e zelar da saúde dos animais de estimação. Por isso que digo, é uma profissão das famílias e eu me orgulho mais ainda porque este ano, após 20 anos de

formação, meu filho ingressa no curso na mesma Universidade que sai, somos a 3ª geração cuidando da saúde única”, comemora.

O amor pela profissão também transbordou e atingiu os quatro filhos do Médico Veterinário, Wilson Oslis Sanches Lucas. “Descobri quando comecei a atuar na área, após me formar em 1977, que o mais importante que a cura é a profilaxia das doenças e ter uma boa gestão da atividade, o que muitos fazendeiros não faziam. Assim, comecei a implementar métodos de gestão para que a propriedade tivesse um lucro, o que me trouxe grandes oportunidades e resultados. Acredito que meus filhos, vendo a evolução e resultado, se empolgaram e se formaram em Medicina Veterinária, todos na Unimar. Com a internet, comecei a pensar de outra maneira e, conforme meus filhos foram se formando, começamos a trabalhar em um site, que é uma ferramenta de apoio ao agronegócio. Hoje, todos atuamos juntos com o nosso conhecimento em veterinária”, conta.

Um dos filhos de Wilson, o Médico Veterinário Renato Fabrizzi Lucas, conta o que o levou a escolher a profissão do pai. “O que me inspirou a ser Médico Veterinário, e meus irmãos com certeza, foi o convívio que tínhamos com o meu pai nas atividades profissionais, porque em todas as oportunidades o acompanhamos. Ele vivia viajando para as fazendas para dar assistência e nós ficávamos observando como funcionava e, claro, ele como excelente profissional, não cuidava só da parte veterinária e, também, da gestão do negócio, fazendo isso muito bem feito e conseguindo ótimos resultados, o que inspirou não só a mim, mas quatro dos seus seis filhos”, diz.

Ainda segundo o coordenador do curso de Medicina Veterinária da Unimar, Fábio Manhoso, é uma alegria ter feito parte de tantas histórias de sucesso. “Como é bom trazer estes exemplos no dia do Médico Veterinário, uma profissão de gerações. Quando você vê a carreira nas famílias, a tradição do curso, as histórias que se repetem, penso quão grande é a Medicina Veterinária e o amor que tem em torno desta profissão”, comemora.

“Quero cumprimentar a todos os Médicos Veterinários de Marília e região, principalmente aos alunos, e dizer da nossa alegria e honra em compartilhar mais um ano dentro da nossa profissão e lutamos para que ela seja, cada vez mais, reconhecida pela sociedade e pela grandeza que ela tem e representa”, finaliza Fábio.

58 visualizações0 comentário