top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

DIA MUNDIAL SEM TABACO: médica da Unimed fala dos riscos do tabagismo e métodos para deixar o vício


Dia Mundial sem Tabaco: Um apelo pela saúde e bem-estar Dra. Edilaine de Oliveira Miguel, esclarece dúvidas sobre os riscos de fumar


No mês de maio é celebrado o Dia Mundial sem Tabaco, uma campanha global que ocorre anualmente no dia 31. Seu principal objetivo é conscientizar a população sobre os riscos à saúde associados ao tabagismo.

Para trazer mais informações sobre esse tema, convidamos a Dra. Edilaine de Oliveira Miguel, médica clínica geral da Unimed Marília e coordenadora de grupos multidisciplinares de combate ao tabagismo na Santa Casa de Marília.

1- Quais os riscos a saúde associados ao tabagismo?

O tabagismo pode causar mais de 50 tipos diferentes de problemas de saúde, dentre eles, os mais frequentes são: - DPOC (enfisema pulmonar e bronquite crônica) - infarto agudo do miocárdio - AVC - câncer: pulmão - aterosclerose - infertilidade - impotência sexual - catarata - úlcera gástrica - perda de massa óssea - menopausa precoce - envelhecimento - Na Gravidez: aborto espontâneo, defeitos genéticos, nascimento prematuro ou com baixo peso, risco de morte súbita, alergias e infecções respiratórias, descolamento da placenta e tromboses.

2- Como o tabagismo afeta as pessoas ao redor do fumante?

O tabagismo passivo é responsável nos adultos por graves doenças cardiovasculares e respiratórias, doença coronariana, câncer de pulmão (40% do risco de desenvolver esse câncer). E as crianças ficam mais susceptíveis ao aumento do número de infecções respiratórias.

3- Quais os sintomas de abstinência de nicotina?

Na síndrome de abstinência da nicotina, o paciente pode apresentar os seguintes sintomas nos três primeiros meses: fissura pelo cigarro, cefaleia, irritabilidade, ansiedade, tristeza, choro fácil, tontura, sudorese fria, náuseas, vômitos, distúrbios do sono, dificuldade de concentração, dificuldade psicomotora, fome compulsiva, aumento do desejo por doces e constipação.

4- Como os cigarros eletrônicos se comparam aos cigarros tradicionais em termos de riscos para a saúde?

Os cigarros eletrônicos possuem o que é chamado de supernicotina, que é o sal de nicotina, muito mais potente que a substância presente nos cigarros tradicionais. O grande diferencial do eletrônico para o tradicional é que no primeiro, no lugar do tabaco macerado, é aquecida a nicotina líquida. Os pacientes que usam cigarros eletrônicos estão mais propensos a desenvolver diversos tipos de câncer(principalmente pulmão, esôfago, estômago e bexiga), enfisema pulmonar, bronquite crônica e doenças cardiovasculares, em especial a lesão pulmonar

associada ao uso do cigarro eletrônico ou produto vaping, mais conhecida pela sigla em Inglês: EVALI: tosse, dor no peito e falta de ar até náuseas e vômitos, problemas abdominais e perda de peso.

5- Quais os métodos mais eficazes para parar de fumar?

Para parar de fumar os métodos comprovadamente eficazes são:

adesivos de nicotina, pastilhas de nicotina, bupropiona - antidepressivo, benzodiazepinicos e grupo de apoio, onde o paciente sente-se acolhido, aprende as técnicas para controlar a vontade de fumar e divide com os outros as suas dificuldades. Acompanhar a evolução do tratamento, mediante consultas mensais, individualizadas, para ajuste da terapêutica estabelecida.

6- Quais os benefícios de parar de fumar?

Após 20 minutos a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal, após 2 horas não há mais nicotina circulando no sangue, após 8 horas o nível de oxigênio no sangue se normaliza, após 12 horas os pulmões já funcionam melhor, após 2 dias o olfato já percebe melhor os cheiros e o paladar já degusta melhor a comida, após 3 semanas a respiração se torna mais fácil e a circulação melhor e após 1 dia o risco de morte por infarto do miocárdio é reduzido pela metade. Além de melhorar a respiração, melhorar a circulação e deixar a face mais corada, aumento da vitalidade, melhora na coloração dos dentes, melhora do hálito e do cheiro e dá um bom exemplo para as crianças.

7- Por que é importante educar as pessoas sobre os riscos do tabagismo?

A importância da conscientização do Tabagismo se dá porque ele é a principal causa de morte evitável planeta, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) e corresponde a: 45% das mortes por infarto do miocárdio, 85% das mortes por DPOC, 25% das mortes por doenças do cérebro vasculares (AVC) e 30% das mortes por câncer (90% dos casos de câncer de pulmão ocorrem em fumantes).

8- Um conselho para quem quer parar de fumar?

Seja persistente em seu objetivo final que é parar de fumar. Busque ajuda de profissionais capacitados e acredite na força de vontade que existe dentro de você!

Consulte um médico especialista:

108 visualizações0 comentário
bottom of page