Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

DIA NACIONAL DA ENFERMAGEM: Profissionais da saúde pedem mais solidariedade e compreensão


Nesta quarta-feira é comemorado o Dia Nacional da Enfermagem. Entretanto, em razão da pandemia, a data está sendo extensiva a todos os profissionais da saúde que estão atuando na linha de frente ou não da covid-19.

Na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da zona Norte, em Marília, os trabalhadores destacam a importância do trabalho que desenvolvem e como está sendo a rotina na unidade de saúde. “Estamos há um ano enfrentando essa pandemia, de forma estafante, com dias intermináveis e o risco de contrair a doença. Mas sabemos da nossa missão e seguimos em frente”, ressaltou a coordenadora da enfermagem, Íris Fernanda Silva Pomponio..

Além da apreensão e das exigências que esse momento traz, os trabalhadores enfrentam ainda uma situação de extremo estresse. Isso porque, muitos familiares ficam apreensivos durante o atendimento e acabam tratando os funcionários de forma agressiva. “Entendemos que as famílias ficam com medo, assustadas e em busca de informações. Mas pedimos para que tenham compreensão e empatia. Muitas vezes o médico está atendendo e não consegue sair para falar com a família. Mas tudo é feito para garantir o melhor resultado aos pacientes”, destacou o diretor João Paulo Pilon.

Pilon ressalta ainda que nesta data é preciso haver uma irmandade de propósito, entre os funcionários e os familiares dos pacientes que estão sendo atendidos nas unidades de saúde de Marília. “Não importa se são profissionais da UPA, PA Sul, UBSs da cidade, do HBU, do HC (Hospital das Clínicas) e Santa Casa. Todos estão dando o seu melhor. Superando seus medos, muitas vezes enfrentando noites de sono, para dar o melhor de si pelos pacientes. Essa compreensão que esperamos neste dia tão importante”, apontou.

O diretor destacou ainda que a pandemia vai passar e todos serão vitoriosos. “A luta é de todos nós. É dos pacientes, dos familiares, das autoridades públicas, sejam elas do município, do Estado ou do governo Federal. E, principalmente, dos profissionais da saúde, que muitas vezes arriscam a própria saúde para dar um atendimento digno à população. Por isso fica a nossa gratidão e o nosso reconhecimento pelo esforço de todos. Muito obrigado!”, finalizou.


21 visualizações0 comentário