Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

DISE desbarata e prende quadrilha que tinha base em Marília e traficava drogas na região


Após intenso trabalho de investigação que se iniciou no mês de julho, policiais da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) de Marília, apuraram que um homem de 34 anos, residente no Bairro Alto Cafezal, na Zona Oeste de Marília, vinha fornecendo entorpecentes para uma quadrilha de traficantes da cidade de Ocauçu, tendo como comprador um rapaz de 23 anos, morador naquela cidade, o qual tinha sob seu comando outras pessoas que trabalhavam como "vendedores".

Diante dos fatos a DISE representou junto ao Poder Judiciário visando obter autorização para busca e apreensão em cinco endereços na cidade de Ocauçú e um em Marília, cuja medida foi deferida.

Nesta quarta-feira, em mais uma ação eficiente durante as diligências na cidade de Ocauçú, na residência do indiciado tido como comprador, foram encontradas duas porções de maconha, sendo uma em forma de trouxinha e outra tipo bananinha, ambas envoltas em plástico transparente; uma mini balança de precisão, seis pinos com cocaína, cor azul; um aparelho de telefone celular da marca Samsung, cor preta e ainda a importância de R$ 230,00 em dinheiro, notas com valores diversos.

Na residência do investigado, 25 anos, tido como um dos vendedores daquela cidade, no interior de um dos quartos, sob um berço de criança, foi encontrada uma bolsa preta contendo em seu interior um saquinho plástico com inúmeros pinos vazios, cor amarela; um aparelho de telefone celular da marca Motorola, cor azul; a importância de R$ 170,00 em dinheiro, notas com valores diversos; treze saquinhos plásticos transparentes, contendo seiscentos e quarenta e três pinos com cocaína, sendo 612 na cor azul e 31 na cor rosa, dezoito saquinhos plásticos transparentes, contendo trezentos pinos com crac, cor rosa.

Na residência de um adolescente, 15 anos, que também trabalhava na venda de entorpecentes naquela cidade, no interior de seu quarto foi encontrado um aparelho de telefone celular da marca Samsung; a importância de R$ 54,00 em dinheiro, notas com valores diversos, treze pinos na cor rosa, com crack; um pino na cor azul, com cocaína; e uma pedrinha de crack envolta em plástico transparente.

Na residência de outros dois investigados, também daquela localidade, nada de ilícito foi localizado. Em diligências na residência do indiciado de 34 anos, tido como fornecedor de droga para os envolvidos de Ocauçu, localizada em Marília, os policiais apreenderam uma arma de fogo, tipo espingarda, calibre “12”, devidamente municiada com cinco cartuchos intactos, todos na cor vermelha, e ainda mais dois cartuchos na cor amarela que estava em outro local; dois sacos contendo inúmeros pinos vazios, sendo um na cor preta e outro na cor amarela (este último semelhante aos encontrados na residência de um dos investigados de Ocauçú, conforme acima mencionado e ainda a importância de R$ 778,00 em dinheiro, notas com valores diversos e um aparelho de telefone celular da marca Samsung, cor azul.

Diante dos fatos os policiais deram voz de prisão aos indiciados maiores de idade, e apreensão ao adolescente, os quais foram conduzidos à CPJ para as providências cabíveis. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados pela policia.

Os adultos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, sendo que o indiciado de 34 anos, residente em Marília ainda como incurso no artigo 12 da Lei 10.826/03, e o adolescente apreendido pela prática de ato infracional correlato às condutas previstas nos artigos 33 e 35 da Lei 11.343/06.




117 visualizações0 comentário