Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

DISE prende quadrilha com dinheiro, drogas e plantações com mais de 200 pés de maconha, em Marília


Após informações e intenso trabalho de investigação,policiais da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE), de Marília, identificaram uma quadrilha especializada na venda de entorpecentes aqui na cidade.

Nesta quinta-feira (19), por volta das 6 horas, através de autorização judicial, a especializada deflagrou uma operação onde foram efetuadas buscas em várias localidades.

Na residência de um homem de 41 anos (que não teve a identidade divulgada), na Zona Norte da cidade, foram encontrados na cozinha 37 sabonetes de maconha, alguns em formado de coração e outros em círculos, 10 potinhos plásticos de cor branca com adesivo contendo os dizeres “pomada terapêutica e uma folha de maconha”, 52 vidros contendo liquido, com adesivo com os dizeres “óleo canabidiol e uma folha de maconha”, um vidro transparente com duas porções em formato quadrado de haxixe, um tijolo de maconha prensado e embalado com fita adesiva parda, um pote de vidro transparente com adesivo “gorila grape” com maconha fragmentada, três sacos plásticos transparentes contendo maconha fragmentada, um saco plástico transparente gravado o número 279, contendo maconha fragmentada, um saco plástico transparente gravado o número 215, contendo maconha fragmentada, uma sacola plástica cor laranja contendo um saco plástico transparente com maconha fragmentada; uma (01) porção de maconha pequena, embalada em plástico filme, uma muca, envolta e papel cor parda, contendo uma pedra grande de crack, dois rolos de fita adesiva, cor marrom, um rolo de fita, tipo durex, parcialmente consumido, um caderno com anotações referente a contabilidade, uma seladora elétrica, marca “red fish”, um rolo plástico para embalagem, um rolo de plástico filme parcialmente consumido, uma mini balança, marca LXK; um (01) pote plástico transparente contendo dois pacotes de pasta de haxixe, um pote plástico de cor rosa, contendo pasta de haxixe; um pote plástico de cor laranja, com os dizeres “bio-c-zinco”, contendo sementes de maconha, um pote plástico em formato de tubo, com tampa roxa, contendo sementes de maconha; e dois aparelhos de telefone celular, sendo um da marca IPHONE e outro Samsung.

No banheiro, os policiais localizaram a importância de R$ 556,00. Em dois quartos existentes nos fundos da residências estavam 76 pés de maconha plantados em vasos.

Na residência de outro indiciado, também de 41 anos, na sala foi encontrada uma porção pequena de haxixe embalada em plástico; uma porção pequena de maconha, no interior de um potinho de cor preta; a importância de R$ 2,00 em dinheiro; dois cartões, sendo um do “Nubank, e o outro de cor preta do “mercado pago”, sem nome, dois comprovantes de envido dos correios.

Na cozinha, dois rolos de plástico filme, um potinho de cor branca com adesivo contendo a inscrição “óleo canabidiol e uma folha de uma folha de maconha”, um pote de vidro contendo sementes de maconha, um pote plástico, com tampa azul, com folhas secas de maconha.

No quarto do investigado, dois rolos de adesivo, sendo um na cor verde com a inscrição “rustic CDB oil”, e o outro na cor lilás, com a inscrição “rustic THC oil”, um potinho de cor branca com adesivo “pomada terapêutica e uma folha de maconha”, uma cartela pequena com adesivos coloridos com inscrições diversas, um caderno contendo anotações sobre estudos de canabis, um aparelho de telefone celular da marca Motorola, com o chip vivo e cartão de memória de dois gigas.

Em outro ambiente,. estavam 17 pés de maconha plantados em vasos de cor preta. Em um quarto localizado nos fundos da residência, 115 mudas de maconha e trinta e três 33 pés de maconha, plantados em vasos de cor preta. Na residência do indiciado de 28 anos, na sala foi encontrado, sobre o sofá, uma balança de precisão, digital, cor branca, da marca SF400. No quarto do investigado, sobre o rack: uma bolsa cor preta contendo três tabletes pequenos de haxixe; e um saquinho plático transparente, fechado por ziplock, contendo cocaína; e um aparelho de telefone celular da marca Motorola (o qual, por ocasião da chegada dos policiais, o investigado acabou danificando-o).

Na residência de outro indiciado de 28 anos, no quarto, no interior do guarda roupa foram encontrados um tijolo de maconha embalado em plástico de cor preta; um saco plástico transparente contendo dezenas de ependorfs de cor roxa; e uma balança pequena de precisão, marca B-MAX, a qual estava no interior da gaveta da cômoda.

Em outros endereços constantes das buscas, nada de ilícito foi localizado. Diante dos fatos os policiais deram voz de prisão aos indiciados, os quais foram conduzidos à CPJ para as providências cabíveis e autuados em flagrante por tráfico de drogas. As drogas apreendidas foram encaminhadas ao IC para exame pericial.




216 visualizações0 comentário