top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Dois homens são presos por abusar das filhas. Um deles estuprou a menina de 8 anos


Uma mulher flagrou o marido estuprando a própria filha, de oito anos, em Taubaté, no interior de São Paulo. Ela denunciou o crime e o homem foi preso em flagrante.

De acordo com informações da polícia obtidas pela Record TV, a mulher ia ao banheiro quando passou pela sala e se deparou com o marido só de cueca, escondendo o pênis, e a filha com a parte de cima do pijama e calcinha.

A mulher estranhou a cena, ainda mais quando percebeu que a calcinha da criança parecia estar enrolada. Então, ela pediu para que a vítima fosse até o quarto, onde questionou o que havia ocorrido. A menina, então, informou à ela que o pai teria "mexido" em sua vagina.

A vítima revelou à mãe que o órgão estava doendo e que essa não seria a primeira vez que o pai havia 'mexido' nela. O homem pedia para que a filha não contasse nada à mãe, caso contrário ele mataria a mulher e ela teria que morar em um abrigo.

Homem culpou a esposa por estuprar a filha Revoltada, a mulher indagou o marido, que colocou a culpa da situação nela. Em relato à polícia, a mãe da vítima informou que o homem a culpou porque ela "não satisfazia mais suas vontades sexuais".

Após a briga, a polícia foi acionada e o indiciado permaneceu trancado na casa. Com a insistência dos policiais, ele destrancou a porta e foi indagado dos fatos, mas resolveu permanecer calado.

A polícia deu voz de prisão ao homem e o conduziu até a delegacia da cidade, onde o caso é investigado.

MAIS UM CASO

Um homem foi preso preventivamente em Euclides da Cunha Paulista (região de Presidente Prudente), por ter abusado da própria filha quando ela tinha 11 anos.

De acordo com o delegado Raul Gomes Oliveira da Costa, responsável pelas investigações, a denúncia foi feita pela própria vítima e a mãe dela. A mulher, que já é maior de idade, diz que os abusos ocorreram durante a infância. Ainda segundo informações da Polícia Civil, o homem tentou se matar ao tomar veneno, mas foi socorrido ao Hospital Regional de Porto Primavera, em Rosana (SP) e permaneceu internado antes da prisão. O suspeito confirmou à polícia que mantinha relações sexuais com a filha, que estava grávida de sete meses na época.




148 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page