top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Dois são presos por extorsão. Homem pegou carro da companheira e "penhorou" após consumo de drogas


Policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG) de Marília, sob o comando do delegado José Carlos Costa, prenderam dois rapazes em flagrante na tarde desta terça-feira (31), acusados de extorsão.

Conforme apurado, Vitor Barreto de Barros Filho, de 36 anos, pegou um veículo Renault Duster, prata, ano 2012, de sua companheira, de 40 anos, em Garça, no domingo (29), dizendo que iria abastecer.

Ele veio para Marília, onde consumiu cocaína e deixou o veículo como garantia de pagamento. Vitor ligou para o pai da vítima, pedindo que mandasse um PIX de R$ 100 para um posto de gasolina em Álvaro de Carvalho, o que foi feito.

Em seguida, ligou para a companheira pedindo PIX de R$ 130 para pagar um posto de gasolina em Marília. Como ela já sabia do dinheiro enviado pelo pai, não fez a transferência.

De madrugada, o acusado ligou novamente dizendo que estava "preso com os irmãos da favela" e precisava dos R$ 130, porque senão a cosia "ia ficar pior". Em outro contato, disse que estava sendo extorquido por policiais e precisava de R$ 1.750 para recuperar o carro, que estava Willian Ferreira da Silva, de 28 anos.

Nesse rolo todo, um indivíduo que se identificou como "Miguel" fez ligações para a mulher, exigindo os R$ 1.750 para devolver o veículo. Ela se recusou, mas depois disse que iria sacar o dinheiro no banco para fazer o pagamento.

O tal "Miguel" voltou a ligar para ela, dizendo que queria R$ 2.100, 00 e que Vitor estava bem e estava dormindo. Desesperada, a vítima acionou a polícia.

A Polícia Civil, com apoio dos investigadores Danilo, Anderson, Fábio e Carlos, iniciou as apurações e em ação eficiente, prenderam Vitor em flagrante por volta das 14h de ontem, quando ele tomava cerveja em um mercado na Zona Sul de Marília. Nas proximidades, localizaram Willian em posse do veículo. Ele relatou que havia emprestado R$ 1.750 para Vitor na madrugada de ontem e queria receber o dinheiro. Vitor afirmou que eles tomaram cerveja juntos em uma loja de conveniência e que devia apenas R$ 100 a Willian.

A companheira de Vitor disse que ela a vinha pressionando querendo dinheiro e já havia invadido suas contas e feito transferências de valores para ele mesmo.

Vitor e Willian foram conduzidos à CPJ e autuados em flagrante por extorsão, permanecendo presos e aguardando audiência de custódia.





181 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page