Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Emenda de Nascimento em projeto é "torpedo" direcionado ao secretário de Esportes, Gastão


Emenda do vereador Eduardo Nascimento (PSDB) ao Projeto de Lei Complementar 23/2021, que trata também de provimentos em cargos comissionados na Prefeitura de Marília, é um "torpedo" direcionado ao recém-nomeado secretário municipal de Esportes, Lazer e Juventude, Gastão Pinheiro Júnior. A emenda de Nascimento exige que o provimento do cargo de secretário Municipal de Esportes passa a ser "nível superior". Assim como o atual vereador, Gastão não possui nível superior. Ele cursou dois anos de Educação Física, mas trancou a matrícula.

A Lei 11, que exigia curso superior para o cargo comissionado foi modificada em meados de 2005, pelo então prefeito Mário Bulgareli, para acomodar o comerciante Carlos Coércio o Guru, na função.

Gastão, jogador profissional de basquete, comandou a secretaria de Esportes na gestão do ex-prefeito Vinícius Camarinha (PSB - 2013/2016). Ele fez a transição do cargo para Nascimento, após as eleições de outubro de 2016, vencidas por Daniel Alonso.

PEDIDO DE VISTAS E DISCUSSÃO

O "torpedo" foi detectado pelo radar da vereadora professora Daniela Alves (PL), que pediu vistas do referido projeto na sessão camarária desta segunda-feira (20) e impediu a votação da emenda, apresentada e incluída na pauta momentos antes da projeto ser colocado em discussão e votação pelo presidente da Casa, vereador Marcos Rezende (PSD).

Gastão também é filiado ao PL. Após o pedido de vistas, houve um acirrado bate-boca entre Nascimento e a vereadora Daniela, com insultos e ofensas.

RACHA POLÍTICO E ENXURRADA DE EXONERAÇÕES

Gastão Pinheiro ocupa o cargo que foi deixado por Nascimento em julho do ano passado, quando ele se candidatou a vereador. A secretaria de Esportes passou, então, a ser comandada por Daniel Sabino de Brito, o Badinho.

Após a posse, este ano, Nascimento vinha trombando com o alto escalão da Prefeitura. A gota d'água nesta rota de colisão foi um reunião em um sábado, no mês passado, no gabinete do Executivo, onde o vereador, segundo testemunhas oculares do acontecimento, "descarregou um caminhão de melancias" em cima do prefeito Danie Alonso (PSDB). Nessde episódio foi sacramentado o racha político entre eles.

Na segunda-feira seguinte (16), Alonso exonerou Badinho e outros sete cargos comissionados ligados a Nascimento, na secretaria de Esportes.







242 visualizações0 comentário