Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Estado autoriza desapropriações para implantação de marginal entre Padre Nóbrega e Marília


Publicação no Diário Oficial autoriza desapropriação necessária para obras na região de Marília. O Governo do Estado de São Paulo declarou a utilidade pública de áreas necessárias para implantação de via marginal paralela à Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), entre o Distrito de Padre Nóbrega e Marília.

O avanço do projeto e a previsão do início das obras "coincidem" com o período eleitoral, a partir de agosto e visam amenizar os impactos negativos com as instações de novos pedágios na SP-294, entre Garça e Maríília e Oriente e Marília.

O decreto número 66.825, publicado no Diário Oficial permite a desapropriação no entorno da rodovia, administrada pela concessionária Eixo SP e sob regulação da ARTESP – Agência Transporte do Estado de São Paulo. Com a publicação do documento, as áreas relacionadas estão liberadas para desapropriações, necessárias às obras de implantação de via marginal entre o km 462 e km 464 da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294).

O vereador Júnior Moraes (PL) cobrou na sessão camarária desta semana, ação da Concessionária Eixo sobre a construção da via marginal ligando Marília ao Distrito de Padre Nóbrega, paralela à Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294).

Projeto nesse sentido está pronto desde o anúncio de concessão da Rodovia (com pedágios), em julho de 2019.

O contrato entre a Concessionária e o Estado prevê execução do projeto no próximo ano, com a marginal, novo e amplo trevo de acesso ao Distrito e novos dispositivos de acesso e retorno próximo à Penitenciária Estadual.

O valor total do investimento no projeto é de R$ 17,5 milhões. A previsão é de que as obras tenham início ainda no segundo semestre deste ano, com conclusão das intervenções no prazo de oito meses, após o início dos trabalhos.





376 visualizações0 comentário