Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

ESTRUTURA E INVESTIMENTOS: Unimar tem novo laboratório de práticas na área da saúde


O ambiente foi totalmente reformado e renovado para levar ainda mais qualidade de ensino aos acadêmicos. Novos equipamentos e manequins de simulação fazem parte da modernização do laboratório.

Inovando a cada ano, a Universidade de Marília (Unimar) começou o semestre com mais uma super novidade. O laboratório de práticas dos cursos da área da saúde foi inteiramente renovado e, agora, conta com ambientes mais amplos e modernos, além de equipamentos e manequins de simulação com tecnologia de ponta.

De acordo com a coordenadora do laboratório de práticas e do curso de Enfermagem da Unimar, a Dra. Tereza Laís Menegucci Zutin, a inovação vai trazer muitos benefícios para o aprendizado dos alunos. “Este é um laboratório multidisciplinar e interdisciplinar, que traz a possibilidade dos alunos de um aprendizado inovador, moderno e voltado para vivências que terá no seu dia a dia dentro das Unidades Hospitalares”, explica.

O novo laboratório dos cursos da área na saúde ganhou ambientes mais modernos e equipamentos de última geração, simulando centros de saúde como hospitais e unidades de pronto atendimento. Outro grande diferencial, foi a modernização dos manequins de simulação de doenças, utilizados pelos acadêmicos para o processo de aprendizagem.

Ainda segundo a coordenadora, com os novos simuladores, os alunos sairão da Universidade ainda mais qualificados para o mercado de trabalho. “As simulações são criadas baseadas em casos reais para que o acadêmico treine as habilidades, assim, adquirindo conhecimento de excelência, com técnicas que serão diferenciais na vida profissional, tornando-se muito mais preparado para lidar com os anseios e necessidades da sociedade. Esta é a nossa preocupação, colocar no mercado de trabalho um profissional competente tecnicamente, cientificamente e com habilidades para lidar de forma humanizada com a população”, complementa.

Os novos manequins de simulação são os mais modernos existentes no mercado e, muito parecidos com os que a Universidade utilizava, passou a ser comandado por tablets, por meio de um novo software. Para adequação do corpo docente e equipe responsável pelo laboratório na utilização destes equipamentos, todos passaram por treinamento.

O enfermeiro e especialista clínico, Patrik Ricieri, foi o responsável por ensinar a equipe a utilizar os simuladores e destacou a tecnologia no processo ensino-aprendizagem. “É extremamente importante possuir estas novas tecnologias para o aprendizado de excelência. Este é um ambiente controlado, ou seja, um local em que acolhemos os alunos fazendo-os com que entendam que aqui é o momento de errar. Isso porque, quanto mais treinar as habilidades, cenários e situações, menor o impacto beira-leito do paciente. Por isso a importância dos docentes conhecerem bem esta tecnologia, a aplicabilidade e a metodologia, para transmitir um ensinamento ainda mais completo”, ressalta.

A responsável técnica do laboratório, a acadêmica Naila Giroto, ressaltou que as inovações vão proporcionar um aprendizado ainda mais amplo. “Fiquei muito feliz de ter feito parte deste momento muito especial de transformação e, também, do treinamento. Para mim, é extremamente importante, porque obtivemos um aprendizado muito grande com os manequins de simulação e fará diferença tanto para minha atuação profissional dentro do laboratório, quanto para minha vida acadêmica, uma vez que sou estudante de enfermagem”, finaliza.

33 visualizações0 comentário