Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Ex-funcionário de supermercado tentou extorquir R$ 50 mil de patrão para não denunciar assédios


A Polícia Civil de Marília concluiu esta semana o inquérito que apurou denúncia de tentativa de extorsão formalizada por dono de um supermercado da cidade contra ex-funcionário que, após ser demitido, passou a fazer ameaças e exigir R$ 50 mil para não tornar públicos supostos assédios sexuais e morais cometidos pelo denunciante dentro da empresa

Em mensagem eletrônica, o ex-funcionário, demitido no mês passado, ratificou as ameaças e disse que tinha testemunhas das acusações que ainda trabalham no supermercado.

O ex-funcionário foi intimado a depor e confirmou as mensagens ameaçadoras, mas disse que agiu em momento de desequilíbrio psicológico e desespero.

O inquérito formaliza as denúncias de tentativa de extorsão (Artigo 158 do Código Penal, com pena de 4 a dez anos de reclusão) em relatório e será encaminhado ao Ministério Público Estadual.




196 visualizações1 comentário