Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Faixa ironiza ministro do STF, na praça do Tiro de Guerra, em Marília

Atualizado: 19 de nov.


Enquanto grupos de manifestantes mantém na praça do Tiro de Guerra, em Marília, acampamento e manifestações contra a ditatura do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ações do Supremo Tribunal Federal (STF) e parcialidade e falta de transparência no processo eleitoral, além de protestos contra os resultados das urnas eletrônicas nas eleições de outubro, houve um ato de provocação no local.

Uma faixa foi colocada lá, com os dizeres provocativos "perdeu Mané não amola - by Barroso e o STF é do povo".

"TRABALHO INTERNO"

Após a publicação desta matéria, alguns leitores entraram em contato com a redação informando que a tal faixa não foi colocada por esquerdistas, mas sim por manifestantes que seguem acampados na praça.

MANIFESTAÇÃO

Os grupos que estão acampados e frequentam a praça em frente o Tiro de Guerra reúnem famílias e ativistas pela democracia e contra a esquerda. O local foi escolhido seguindo manifestações semelhantes que ocorrem em todo o Brasil desde o final das eleições presidenciais de outubro passado.

Os movimentos, atacados pela grande mídia como atos antidemocráticos, pedem ainda a anulação das eleições para presidente, deste ano e intervenção federal no país.




827 visualizações1 comentário