Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

FESTA NO ABREUZÃO! O invicto MAC vence a Portuguesa por 2 a 1 e está na final da Copa Paulista


O irresistível e invicto MAC venceu a Portuguesa por 2 a 1 na tarde deste sábado (1°), no Abreuzão e está na final da Copa Paulista. O primeiro jogo da final será contra o XV de Piracicaba (que venceu o São Caetano hoje por 1 a 0). O Tigrão segue com a vantagem de dois empates para levantar a taça do campeonato. Em 2020 foi vice-campeão (a Lusa campeã).

Com o avanço à final da Copa Paulista, o MAC também está garantido em uma competição nacional em 2023. Caso seja campeão, poderá escolher se disputa o Campeonato Brasileiro da Série C ou uma vaga na Copa do Brasil.

O JOGO

O Marília fez um primeiro tempo cadenciado, já que a Lusa tinha a obrigação de vencer. Um jogo tenso, mas sem muitas faltas, O estado ruim do gramado do Abreuzão atrapalhou mais a Portuguesa, que tem uma equipe mais técnica.

Se o empate já era bom para o Tigrão, a situação ficou melhor ainda quando aos 15 minutos o ponta direita Albert recebeu a bola na entrada da grande área e chutou firme rasteiro no canto esquerdo do goleiro Tomazela para abrir o placar: 1 a 0.

A Portuguesa (campeã da Série A2 do Paulista este ano) sentiu o gol, mas exerceu forte pressão a partir dos 35 minutos, quando o MAC recuou. Teve várias chances, principalmente nas bolas paradas, mas o goleiro Passareli foi eficiente. SEGUNDO TEMPO

Logo no primeiro minuto da etapa complementar, o atacante Bosco surgiu de surpresa e chutou firme, mas a bola desviou para escanteio. Na cobrança do corner, Albert cabeceou no centro da pequena área para os fundos das redes: 2 a 0.

A fervorosa torcida do MAC, que praticamente lotou as arquibancadas e o tobogã do Abreuzão, foi à loucura.

A Portuguesa teve mais posse de bola e foi pro ataque. Aos 17 minutos o zagueiro Heitor derrubou o atacante da Portuguesa na área. Pênalti! O atacante Caio Mancha bateu no canto direito e fez: 2 a 1.

Após o gol a Portuguesa, sem outra opção, foi pra cima e passou a pressionar. O técnico Guilherme Alves fez alterações para reforçar a marcação Já o técnico da Portuguesa, Sérgio Soares, tirou um lateral e colocou mais um atacante (Léo Castro).

O jogo pegou fogo nos dez minutos finais, com correria da Lusa e pegada do MAC, bem postado e ganhando as bolas. Na partida, a Lusa teve dez escanteios e o MAC três. Em um dos escanteios, fez o segundo gol. Enfim, o Tigrão segurou a vitória de carimbou o passaporte para a final da Copa Paulista em grande estilo. Festa no Abreuzão!!!


TRABALHO EFICIENTE: Diretoria do MAC com o técnico Guilherme Alves e Dani Alonso












154 visualizações0 comentário