Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Finalmente, posto que vendia combustível fajuta é lacrado, em Marília


Finalmente, o Posto Marília Flex, localizado na Avenida Tiradentes, em Marília, foi lacrado de forma definitiva na manhã desta quarta-feira (10). A lacração, com apoio de policiais, Fiscalização da Fazenda Estadual e do Procon local (que já havia notificado o estabelecimento), ocorre após mais de uma no de denúncias e flagrantes de venda de combustível fajuta e uso indevido da bandeira da Petrobras na fachada do estabelecimento.

Há cerca de um ano, fiscais do Ipem (Instituto de Pesos e Medidas), com apoio da Polícia Civil, lacraram 9 das 12 bombas do estabelecimento. As bombas estavam sem lacres e outras irregularidades e suspeitas. Tempos depois, elas voltaram a funcionar e da mesma forma as reclamações e denúncias de consumidores prejudicados com esse relaxo.

Na época, o posto já havia sido notificado pelo Procon para retirar as publicidades e características nesse sentido (como cartazes) que poderiam continuar confundindo os consumidores com as cores, faixas e uniformes da Petrobrás, mas sendo "bandeira branca" (sem distribuidora fixa). O gerente do posto foi notificado por propaganda enganosa, mas ignorou as advertências do Procon e o posto continuou funcionando da mesma forma.

RECLAMAÇÕES E AMOSTRAS DE COMBUSTÍVEIS

Fiscais da Fazenda Estadual que estiveram no estabelecimento recolheram amostras de combustíveis das bombas para análises da qualidade dos produtos, em laboratórios de Campinas. Os testes comprovaram a má qualidade dos combustíveis.

Guilherme Moraes, coordenador do Procon em Marília



1,081 visualizações0 comentário