top of page
Buscar
  • Da redaççao com informações do G1

Fiscais do Ipem flagram brinquedos irregulares em lojas de Marília


Fiscalização do Ipem-SP realizada na semana passada em Marília e outras cidades

Fiscais do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), flagraram duas lojas localizadas na Rua São Luiz, centro de Marília, comercializando brinquedos sem selo do Inmetro e identificação do fabricante.

Os dois comércios flagrados na operação apresentavam brinquedos com “ausência do selo do Inmetro” e “ausência da identificação do fabricante”. Os problemas foram encontrados em um "spinner" comercializado em loja de presentes e em uma boneca que era vendida em um estabelecimento do ramo de moda e bijuteria. O selo, que contém a marca do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e a do organismo acreditado responsável pelo processo de certificação, é a evidência de que o produto foi submetido a ensaios e aprovado em avaliações Os empresários autuados têm 10 dias para apresentar defesa. As multas do Ipem podem chegar a R$ 1,5 milhão em casos extremamente graves, dependendo do porte da empresa infratora. O Ipem é autarquia do Governo, vinculada à Secretaria da Justiça, e órgão delegado do Inmetro. Além de Marília, foram vistoriados estabelecimentos em Campinas, Paulínia, Pereira Barreto, Piracicaba, Pirajuí, Taubaté, Valinhos e Vinhedo (SP), além da capital paulista. As equipes de fiscalização verificaram brinquedos, bicicletas, berços, carrinhos para crianças e cadeiras de alimentação com a finalidade de detectar a presença do selo do Inmetro nos itens comercializados, a principal garantia que o produto está de acordo com as normas de segurança. Neste ano, os erros foram encontrados em brinquedos. Durante a ação, foram fiscalizados 23.879 produtos e detectadas irregularidades em 4.222 produtos (17,7%).



51 visualizações0 comentário
bottom of page